Biofertilizante super-magro



Yüklə 63.5 Kb.
tarix26.07.2017
ölçüsü63.5 Kb.
BIOFERTILIZANTES E

CALDAS DEFENSIVAS

PARA USO EM AGRICULTURA ECOLÓGICA

BIOFERTILIZANTE SUPER-MAGRO


Ingredientes para preparo de 250 litros:

Sulfato de zinco: 2,0 kg

Sulfato de magnésio: 2,0 kg

Cloreto de cálcio: 2,0 kg

Bórax: 1,5 kg

Sulfato de cobre: 0,3 kg

Sulfato de ferro: 0,3 kg

Sulfato de manganês: 0,3 kg

Molibdato de sódio: 0,1 kg

Sulfato de cobalto: 50 g

Fosfato natural: 3,0 kg

Cinza: 3,0 kg


28 litros de leite ou soro de leite sem sal

14 kg de melado ou 28 litros de caldo de cana

30 kg de esterco fresco de bovinos, de um ou dois dias. Não utilizar esterco de animais tratados com antibióticos

Água isenta de contaminantes (flúor, cloro, agrotóxicos, etc.)



Preparo:

Misturam-se todos os ingredientes (menos o leite, o melado e o esterco), totalizando 14,5 kg. Divide-se em 13 porções de 1,12 kg.

1º dia: no recipiente de 250 litros, colocar 30 kg de esterco + 60 litros de água + 2 litros de leite + 1 kg de melado. Misturar bem e agitar pelo menos uma vez por dia

4º dia: Em um balde pequeno, dissolver 1,12 kg da mistura em 6 litros de água fervente. Quando a mistura estiver morna, colocar no recipiente maior (200 litros) e misturar bem. Em seguida, dissolver 1 kg de melado em 2 litros de leite e misturar também com o conteúdo do recipiente maior.

Nos 7º, 10º, 13º, 16º, 19º, 22º, 25º, 28º, 31º, 34º, 37º e 40º dias repete-se o procedimento do 4º dia.

No 40º dia, completa-se o recipiente com água e deixa-se em repouso por 10 a 15 dias, podendo-se coar e utilizar.

Usos do Biofertilizante:

Fruticultura: 3 a 5%

Hortaliças e flores: 1 a 3%

Feijão, milho, trigo, soja e fumo: 3 a 5%



BIOFERTILIZANTE ENRIQUECIDO COM MAMONA

Composto orgânico ou esterco bovino curtido 100 kg

Mamona triturada 100 kg

(folhas, talos, bagas e astes tenras)

Cinza vegetal 20 kg

Água 700 litros


Preparo:

Em um recipiente com capacidade para 1000 litros, colocar o composto ou esterco bovino e 500 litros de água, fazendo uma pré mistura.

Após homogeneizada esta solução, acrescentar a mamona e a cinza vegetal, agitando até nova homogeneização. Completar com água até o volume total do recipiente.

Agitar durante 5 minutos, 3 vezes por dia.

Após 10 dias de fermentação, pode-se iniciar a retirada da parte líquida, procedendo um peneiramento fino, sempre após uma pré-agitação, para aplicação nas culturas.
Recomendação de Uso:

A aplicação deste biofertilizante enriquecido deve ser realizada via solo, na zona de raiz, lateralmente às plantas, como uma adubação líquida em cobertura.

A aplicação pode ser realizada manualmente (com regador), por bombeamento ou em redes de fertirrigação. Neste caso, a filtragem deve ser bem feita, para evitar entupimentos

Utilização: tomate, pepino e pimentão: 200 ml por planta, semanalmente, a partir dos 30 dias.

Morango e alho: 400 ml/m2, aplicado nas entrelinhas

URÉIA NATURAL

Em um tambor de 200 litros, colocar:



  • 40 kg de esterco bovino fresco

  • 4 litros de leite fresco

  • 10 litros de caldo de cana ou 5 kg de melado

  • 4 kg de fosfato natural (Hiperfosfato de Gafsa)

Modo de preparar:

Misturar os ingredientes dentro do tambor, com um pouco de água de poço.

Completar com água o volume do tambor.

Deixar fermentar por 15 dias, mexendo diariamente.

Modo de usar:


  • 1 litro para 3 litros de água

  • Regar o solo ou pulverizar as plantas.



CALDA BORDALESA

1 kg de sulfato de cobre

1 kg de cal virgem ou hidratada de boa qualidade

2 baldes plástico de 10 litros



Preparo:

Dissolver a cal virgem em 5 litros de água em um dos baldes plásticos. Coar com tecido de malha fina caso existam resíduos na cal e transferir para o recipiente onde ficará armazenada.

No outro balde plástico dissolver o sulfato de cobre em 5 litros de água. Para isto põem-se o sulfato de cobre em um saquinho de tecido, e com o auxílio de um arame pendura-se este na parede interna do balde, de modo que o sulfato fique imerso na água sem encostar no fundo do balde. A dissolução demora 1/2 hora ou mais em água na temperatura ambiente. Após a dissolução transfere-se a solução para o recipiente de plástico ou vidro.

Armazenamento

Estas duas soluções, a de cal e de sulfato de cobre, cada uma ocupando um recipiente (preferencialmente de plástico ou vidro), podem ser armazenadas por um ou mais anos, com os recipientes bem vedados para evitar a evaporação da água.


Obtenção da calda bordalesa a partir da solução estoque concentrada:

Com 5 litros de solução estoque concentrada de cal e 5 litros de sulfato de cobre, é possível preparar quando preciso, 100 litros de calda bordalesa com concentração de 1%, ou 200 litros com concentração de 0,5 %, ou até 400 litros com concentração de 0,25%.



Concentração desejada



Volume de solução estoque concentrada de cal

Volume de solução estoque concentrada de sulfato de cobre

Volume de água a adicionar

(litros)


0,25%

125 ml

125 ml

9,75

0,50%

250 ml

250 ml

9,50

0,75%

375 ml

375 ml

9,25

1,00%

½ litro

½ litro

9,00

10% (pasta bordalesa)

5 litros

5 litros

0,00



Indicação: doenças fúngicas diversas (rubelose, melanose, gomose, verrugose, revestimentos fúngicos, requeima, septoriose, pinta preta, antracnose, cercosporiose, míldio, podridão dos frutos) e pragas como vaquinhas, cigarrinha verde, cochonilhas e trips.

PASTA BORDALESA


1 kg de Sulfato de Cobre

1 kg de cal virgem

10 litros de água
Modo de preparo: Misturar 1 quilo de sulfato de cobre com 1 quilos de cal virgem, colocando água aos poucos, mexendo sempre até formar uma pasta.

Utilização: Passar esta pasta após os tratamentos de limpeza e eliminação de galhos, durante a poda das plantas. Pincelamento do tronco e da base dos ramos principais das frutíferas, pelo menos uma vez por ano, preferencialmente no inverno.

Cuidados: Manusear com luvas de borracha e camisa de mangas compridas.

Indicação: controle e prevenção de doenças fúngicas em frutíferas.

CALDA SULFOCÁLCICA

2 kg de enxofre pecuário ou ventilado

1 kg de cal virgem

10 litros de água

1 vasilhame de ferro ou lata de 20 litros

Colocar aos poucos, 10 litros de água na cal virgem. Ferver esta solução de cal e no início da fervura colocar o enxofre e misturar durante uma hora, sempre mantendo a fervura. Acrescente água quente para manter os 10 litros de solução. Ao ferver por aproximadamente uma hora, a calda ficará grossa, com coloração pardo avermelhada. A calda considerada boa possui uma densidade de 28 a 32º B, medida com um densímetro ou aerômetro. Deixar esfriar, coar e usar ou guardar no máximo 60 dias em recipientes plásticos ou de vidro tampados e completamente cheios.

A calda sulfocálcica é altamente alcalina e corrosiva, danifica recipientes de metal, roupas e a pele. Após usar, lavar muito bem os recipientes e as mãos com solução de 1 parte de vinagre e/ou limão para 10 litros de água. Cuidado com os olhos e a pele.

Indicação: ferrugem do alho, cebola e feijão; oídio; antracnose; cochonilhas; trips e ácaros em plantas frutíferas.

Tabela de Diluição

Concentração Concentração da calda sulfocálcica a preparar em ºBaumé

Original 4,0º 3,5º 3,0º 2,0º 1,5º 1,0º 0,8º 0,5º 0,3º
32º 9,0 10,5 12,4 19,3 26,2 38,7 50 81 137

31º 8,6 9,9 11,9 18,5 25,1 38,1 48 77 131

30º 8,2 9,5 11,3 17,7 24,0 36,5 46 74 129

29º 7,8 9,1 10,8 17,0 23,0 34,8 44 71 120

Indicação:

Cultura Doença Concentração

Frutíferas de clima oídio, sarna, podridão parda 3,5º B

Temperado ácaros da ferrugem, cochonilha

branca, ferimentos de podas

Hortaliças doenças fúngicas, ácaros 0,3º B


Cítrus rubelose, fungos de revestimento

Ácaros 0,5 a 0,8º B


URINA DE VACA


Recolher a urina de vacas leiteiras em prefeitas condições de saúde. Antes de usar armazenar por 03 dias em condições ambiente preferencialmente em recipiente fechado para que não ocorram perdas de nitrogênio.

Uso:

Quando aplicada nas plantas funciona como um fertilizante natural, tornando-as mais resistentes ao ataque de pragas e doenças.

Na sua composição são encontrados os principais nutrientes exigidos pelas plantas: nitrogênio, potássio, enxofre, magnésio, cálcio, fósforo e micronutrientes, além de fenóis (catecol) e hormônios (ácido indol-acético), responsáveis pela recuperação de plantas atacadas por fitopatógenos.

Hortaliças: tomate, pimentão, pepino, feijão vagem e couve: aplicação semanal na concentração de 0,5 % (0,5 litros para 100 litros de água); quiabo, pimentas, jiló e berinjela: pulverizações a cada 15 dias a 1% (1 litro em 100 litros d’água)

Fruteiras: pulverizações mensais a 1% para plantas jovens e a 5% para plantas adultas.

Armazenamento:

Em recipiente fechado pode permanecer armazenada por até um ano, sem perder a eficiência.



FARINHA DE TRIGO

Funções:Espalhante adesivo (quebra a tensão superficial da gota e propicia um melhor molhamento das folhas e demais partes pulverizadas, de maneira a assegurar uma absorção mais efetiva dos pulverizados pelas plantas).

Dosagem: 200g/10L de água (diluir a farinha de trigo lentamente e sob forte e constante agitação. É prudente coar a calda, fazendo com que ela passe pela peneira do pulverizador).

Pode-se misturar a farinha de trigo a caldas e preparados orgânicos como: calda bordalesa, calda sulfocálcica, biofertilizantes, extrato de fumo...

Estimulante do crescimento de plantas (*a farinha de trigo possui substâncias nutritivas importantes, como hidratos de carbono, proteínas, aminoácidos, cálcio e ferro).

Controle de certas pragas como pulgões e lagartas, principalmente em épocas de altas temperaturas.


ÁGUA DE CINZA E CAL

A cinza e a cal contêm macro e micronutrientes com expressivos teores de Ca, Mg, K e Si.

Ingredientes: 5 kg de cal hidratada; 5 kg de cinza vegetal; 100L de água; recipiente de alvenaria, plástico ou latão. Misturar 5 kg de cinzas+5kg de cal hidratada+100L de água. Deixar de repouso por 1 hora antes de utilizar. Neste período de tempo, agita-se a mistura 3 a 4 vezes. Após a última agitação da mistura espera-se 10 a 15 minutos para que ocorra a sedimentação das partículas sólidas. A água de cinza e cal deve ser coada antes do uso

Formula reduzida: ½ kg de cinzas + ½ kg de cal + 10L de água (rende 7,5 a 8L de solução).

Obs. Cal Hidratada: mais barata, possui granulometria extremamente fina.

Controle: pulgão, vaquinha, pulga do fumo e doenças fúngicas.

Acrescentar soro de leite (1-2%) + cinza de madeira + água: controle de doenças fúngicas e viróticas, além de excelente fortificante.
ALHOL

Ingredientes: 1 kg de dentes de alho; 200g de sabão neutro; 100ml de óleo vegetal (glicerol); 5L de água.

Preparo: Moer 1 kg de alho utilizando-se um liquidificador - pode-se utilizar um pouco de água (aprox. 2L). Após a moagem acrescentar 100ml de óleo vegetal. Deixar em repouso por no máximo 2 a 3 dias. Após o repouso, dissolver 200g de sabão neutro em 3L de água fervente. Esperar a água de sabão esfriar e misturar o preparado de alho e óleo que estava em repouso. Esperar um dia e fazer a coagem. O alhol pode ser armazenado em garrafas plásticas.

Funções:


O alho é uma planta repelente de insetos;

Controle de pragas como: nematóides (Meloydogyne incógnita e M. javanica); mosca dos chifres; lagarta da maça, pulgões; besouro da batata; trips;

Controle de doenças fúngicas e bacterianas como: míldio, ferrugens; fusarioses; helminthosporiose, murchadeira (Pseudomonas solacearum); bruzone do arroz (Pyricularia oryzae); podridão negra do repolho e couve-flor (Xanthomonas campestris)

Dosagem: 200-300 ml de alhol por 10L de água (concentração de 2 a 3% podendo-se chegar a 5%). Devido ao seu alto teor de óleo, o alho pode ser utilizado como espalhante adesivo.


ALHO

(fungicida, bactericida e repelente de insetos)

Ingredientes: 4dentes de alho + 1L de água

Preparo: deixar curtir o alho amassado e a água por 12 dias; diluir a solução em 10L de água e aplicar.

Indicação: nematóides, pulgões, lagartas.
ALHO

1,0 kg de alho picado

6 colheres de óleo mineral

Deixar descansar por 24 horas

Cozinhar com 1 barra de sabão de côco em 5 litros de água, por 1 hora

Usar 200 ml em 5 litros de água


CALDA DE PRIMAVERA/MARAVILHA:

Ingredientes: 1L de água + 300g de folhas e flores.

Preparo: Bater tudo no liquidificador. Diluir em 20L de água. Aplicar 10 dias após a germinação. Repetir a aplicação a cada 3 dias até os 45 dias após a germinação, de preferência pela manhã, que é a hora quando o trips costuma aparecer. Parar de usar a calda quando as flores do tomateiro começarem a aparecer.

Indicação: controlar a presença de trips que é o transmissor (vetor) do vírus do vira cabeça do tomateiro e aumentar a resistência das plantas.


CAVALINHA (Equisetum sp)

(alto teor de sílica - SiO2): “BIOTÔNICO FONTOURA PARA PLANTAS”

Ingredientes: 100g de cavalinha seca ou 300g de cavalinha fresca + 10L de água

Preparo: Deixar ferver por 20 minutos. Diluir em 90L de água (1:10)

Pulverizar sobre as plantas.

LEITE

Ingredientes: 1L de leite + 3L de água

Preparo: deixe descansar essa mistura por 15 minutos. Diluir essa mistura em 10L de água e pulverizar. Para doenças o intervalo de aplicação deve ser de 10 dias e para pragas o intervalo de aplicação deve ser de 03 dias. OBS. NÃO GUARDAR CALDAS Á BASE DE LEITE!

Indicação: ácaros, lagartas, doenças fúngicas (míldio e oídio) e alguns vírus.
MANDIOCA (Manihotis utilíssima)

Manipueira é o suco de aspecto leitoso, extraído por compressão de mandioca ou aipim ralado.

Para o controle de formigas utilizar 2L de manipueira no formigueiro para cada olheiro, repetindo a cada 05 dias.

Em tratamento de canteiros, rega-los usando 4L de manipueira por m², 15 dias antes do plantio.

Para o controle de ácaros, pulgões e lagartas usar uma parte de manipuera e uma parte de água, acrescentando 1% de açúcar ou farinha de trigo. Aplicar em intervalos de 14 dias, pulverizando ou irrigando.

Indicação: fungos de solo, nematóides, formigas, pragas de solo, ácaros, pulgões e lagartas.

Toxicidade: contém ácido cianídrico (HCN), não ingerir, não armazenar.
NIM (Azadirachta indica):

Ingredientes: 2KG DE FRUTOS OU FOLHAS VERDES + 15L DE ÁGUA

Preparo: bater no liquidificador as frutas ou folhas de nim colocando água. Deixar descansando por uma noite com um pouco mais de água. Antes de aplicar, filtrar e diluir com água para obter 15L do preparado. Pode ser armazenado em local escuro por 03 dias

Modo de Ação: a árvore tem efeitos: inseticida, repelente, inibidora de crescimento, inibidor de ingestão de lagartas e larvas, ácaricida,fungicida e nematicida.

Atenção: pode provocar fitotoxidez quando usado em excesso. Não há período de carência. Apresenta baixa toxidade em mamíferos.

SANTA BÁRBARA


150 g de folhas frescas ou 50 g de folhas ou frutos secos

1 litro de água ou álcool

Deixar em repouso a mistura de água ou álcool com as folhas ou frutos de Santa Bárbara por 24 horas. Diluir 1 parte deste concentrado para 10 a 20 partes de água e pulverizar.

Indicação: pulgões, pulgão da couve, pragas do arroz armazenado, gorgulhos e traças de armazéns.


PIMENTA-DO-REINO (Piper nigrum)

Ingredientes: 100g de pimenta-do-reino moída, 60g de sabão de coco, 1L de álcool, 1L de água.

Preparo: misturar a pimenta com o álcool por 7 dias. Dissolver o sabão com a água fervente. Retirar do fogo e juntar as duas partes. Utilizar um copo cheio para 10L de água, fazendo pulverizações a cada 3 dias

Indicação: pulgões, ácaros e cochonilhas, percevejos.


EXTRATO DE PIMENTA DO REINO, ALHO E SABÃO

  • 100 g de pimenta-do-reino

  • 2 litros de álcool

  • 100 g de alho

  • 50 g de sabão neutro

Preparar uma garrafa de 100 g de pimenta-do-reino em 1 litro de álcool, deixar por uma semana. Ao mesmo tempo, fazer outra garrafa de 100 g de alho em 1 litro de álcool. Passada esta semana, dissolver 50 g de sabão neutro em 1 litro de água quente. Apenas na hora da aplicação, juntar as três partes na seguinte proporção: 200 ml da garrafada de pimenta + 100 ml da garrafada de alho e toda a solução de sabão. Podem ser diluídos em 20 litros de água. A aplicação deve ser feita nas horas mais frescas do dia.

Indicação: Pragas da batatinha, tomate, pimentão e berinjela.
PIMENTA VERMELHA (Capsicum spp.)

Ingredientes: 500g de pimenta vermelha + 4L de água + 5colheres de sopa de sabão de coco.

Preparo: Bater as pimentas em liquidificador com 2L de água. Coar o preparado e misturar com 5 colheres de sabão de coco dissolvidos em água morna, acrescente então os 2L de água restantes.

Indicação: vaquinhas


PIMENTA VERMELHA

½ litro de pimenta vermelha

1,5 L de vinagre

Deixar em repouso por 7 dias

Usar 100 a 200 ml em 20 litros d’água

Indicação: repelente de insetos



SOLUÇÃO DE CEBOLINHA (Allium fistulosum

Ingredientes: 1 kg de cebolinha + 10L de água


Preparo: cortar a cebolinha e misturar com a água e deixar curtir por 7 dias. Para pulverizar as plantas, utilizar 1 litro da mistura para cada 3 L de água.

Indicação: ação fungicida e repelente (lagartas, pulgões e vaquinhas)


SORO DE LEITE

Função: controle de doenças e pragas em folhas de tomateiro.

Ingredientes: 1L de soro de leite + 1L de água

Preparo: misture tudo muito bem, pulverize sobre as plantas uma vez por semana.


ÁGUA DE SABÃO

200 g (1 barra) de sabão de coco

1,5 L de água quente

Dissolver o sabão na água, mexendo bem

Diluir em 20 litros de água e aplicar sobre as plantas e as pragas

Controla pulgões, lagartas e mosca branca

Pode ser usado também odetergente neutro, 100 ml em 20 L água, para controle dos mesmos insetos citados acima
CALDA DE QUEROSENE

200 g de cal virgem

200 g de cinza

5 colheres de querosene

20 litros d’água

Misturar a cinza na água e esperar por 12 horas

Misturar os outros ingredientes e deixar descansar por 48 horas

Usar 1 copo para 5 litros de água.


BANANA DE MACACO (Imbé)

1 kg de raiz de banana de macaco

Cobrir com álcool e deixar descansar por 5 dias

Colocar uma colher de bicarbonato de sódio e esperar por mais 5 dias

Usar 50 a 100 ml em 20 litros d’água.

Controla insetos em geral


URUCUM

1 litro de óleo de soja

400 g de raízes de urucum ou 1kg de folhas e ramos novos

Fritar no óleo por 15 a 20 minutos mexendo pra não queimar

Colocar 1 colher de chá de bicarbonato da fritura

Depois de frio juntar 2 litros de alcool

Esperar 5 dias para usar

50 a 100 ml em 20 litros d’água


ELABORAÇÃO:

Eng. Agr. Flavio A. D. Cunha

Instituto Emater – Mandaguari



Junho/2011


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə