Cultivo tradicional x cultivo de plantas medicinais; Cultivo tradicional x cultivo de plantas medicinais



Yüklə 445 b.
tarix22.05.2017
ölçüsü445 b.



Cultivo tradicional x cultivo de plantas medicinais;

  • Cultivo tradicional x cultivo de plantas medicinais;

  • Qualidade e produtividade

















Sobrevivência - crescimento e desenvolvimento.

  • Sobrevivência - crescimento e desenvolvimento.

  • Espécies pouco adaptadas - biomassa - metabolismo primário (respiração e fotossíntese).



As baixas temperaturas têm influências significantes nos níveis de metabólitos secundários.

  • As baixas temperaturas têm influências significantes nos níveis de metabólitos secundários.

  • Artemisia annua: após estresse metabólico causado por geada, verificou-se um aumento de cerca de 60% nos níveis de artemisinina.





Solanáceas - maior teor de alcalóides quando submetidas ao stress hídrico (Corrêa Júnior et al., 1994 );

  • Solanáceas - maior teor de alcalóides quando submetidas ao stress hídrico (Corrêa Júnior et al., 1994 );



Mesmo genótipo - diferentes localidades

  • Mesmo genótipo - diferentes localidades



A Medida que aumenta a altitude diminui a temperatura (cerca de um grau a cada 200 metros) –

  • A Medida que aumenta a altitude diminui a temperatura (cerca de um grau a cada 200 metros) –

    • aumenta a insolação
    • Interfere estrutura vegetal da planta
    • Produção de princípios ativos, principalmente óleos essenciais (Corrêa Júnior et al., 1994).


Correlação positiva - entre o conteúdo total de flavonóides e a radiação UV - altitudes maiores, uma vez que, conforme comentado anteriormente, os flavonóides são reconhecidos por propiciarem proteção à radiação e seus efeitos.

  • Correlação positiva - entre o conteúdo total de flavonóides e a radiação UV - altitudes maiores, uma vez que, conforme comentado anteriormente, os flavonóides são reconhecidos por propiciarem proteção à radiação e seus efeitos.

  • Correlação positiva entre a altitude do local de coleta (entre 30 e 2950 m) de espécies do gênero Leontodon e o conteúdo total de flavonóides (Gobbo-Neto & Lopes, 2007).



Dente-de-leão (Taraxacum offinale)-

  • Dente-de-leão (Taraxacum offinale)-

    • Cultivado em baixas altitude - planta normal - folhas grandes, inflorescência com haste comprida e raízes curtas.
    • Cultivado em altitudes maiores - folhas são pequenas, as hastes das inflorescências são curtas e as raízes bastantes compridas.


Distância que uma região tem em relação à linha do Equador – inclinação da Terra e as influências das correntes marítimas sobre a temperatura.

  • Distância que uma região tem em relação à linha do Equador – inclinação da Terra e as influências das correntes marítimas sobre a temperatura.

  • Teoricamente plantas cultivadas em latitudes equivalentes (N e S), tenderiam a ter o mesmo comportamento em relação ao desenvolvimento, época de floração e o teor de princípios ativos.

  • Mas, algumas plantas se desenvolvem melhor em determinadas latitudes - estramônio, que produz maior teor de alcalóides quando cultivado em latitude norte.



Corrêa Júnior et al. (1994) - Hyoscianus sp. - demonstraram que plantas cultivadas em latitudes S eram mais ricas em alcalóides que as cultivadas em latitude N.

  • Corrêa Júnior et al. (1994) - Hyoscianus sp. - demonstraram que plantas cultivadas em latitudes S eram mais ricas em alcalóides que as cultivadas em latitude N.

  • Menta piperita - sensíveis ao fotoperíodo, ou seja são plantas longodiurnas. A maturação e a qualidade do óleo, poderiam representar um problema em áreas de menor latitudes, resultando óleos essenciais com conteúdos elevados de mentofurano, componente indesejável no óleo (Sacco, 1987 citados por RECH, 2000).



BALBAA (1983), as plantas medicinais diferem quanto às exigências de nutrientes que influenciam na produção de princípios ativos em termos quantitativos e qualitativos.

  • BALBAA (1983), as plantas medicinais diferem quanto às exigências de nutrientes que influenciam na produção de princípios ativos em termos quantitativos e qualitativos.

  • A adubação orgânica tem sido recomendada preferencialmente para plantas medicinais pois oferece menos riscos ao ambiente e às pessoas que consumirão tais plantas.



Férteis

  • Férteis

    • Arruda, calêndula, mil folhas
  • Medianamente férteis: latossolos vermelho escuro, podzólicos vermelho amarelo.

    • Alfavaca, espinheira santa.
  • Fracos ou pobres: latossolos vermelho amarelo e areias quartzosas.

    • Pfaffia (Pfaffia glomerata), alecrim, tomilho, Hyptis suaveolens.


  • Plantas respondem bem a adubação nitrogenada: beladona, losna, alfavaca, alfazema, melissa, orégano, arruda

  • Manganês e molibdênio, através do borrifamento das folhas com soluções de sais - durante o desenvolvimento de Digitalis grandiflora (dedaleira) leva a um aumento de mais de 2X no conteúdo de heterosídeos cardioativos.







Carqueja [Bacharis trimera (Less.) D. C.] e Camomila (Matricaria chamomilla) - em condições de maior intensidade luminosa aumento no teor de óleo essenciais. (Silva, 2001).

  • Carqueja [Bacharis trimera (Less.) D. C.] e Camomila (Matricaria chamomilla) - em condições de maior intensidade luminosa aumento no teor de óleo essenciais. (Silva, 2001).

  • Bicalho (2002) - excesso de luz estimula a formação dos flavonóides e outros compostos filtradores de luz ultra-violeta (UV).



Tanchagem e o guaco (Mikania glomerata) – cultivada a sombra produz maior p.a.

  • Tanchagem e o guaco (Mikania glomerata) – cultivada a sombra produz maior p.a.

  • Contrário da capuchinha reduz p.a. a medida que aumenta o sombreamento (Sartorio et al. 2000; Casali, 2002).






Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə