Tabela tratamentos para a quebra de dormência em sementes de espécies arbóreas



Yüklə 294.74 Kb.
tarix11.08.2017
ölçüsü294.74 Kb.



Laboratório de Silvicultura Prof. Dr. Lauri Amândio Schorn

TABELA 1. Tratamentos para a quebra de dormência em sementes de espécies arbóreas.

Nome vulgar


Nome científico

Tratamento

Fonte




Acácia
Acacia auriculiformes

Imersão em água a temperatura inicial de 80ºC, seguida de repouso na mesma água, fora do aquecimento por 24 horas.

Fowler & Bianchetti (2000)




Acácia
Acacia longifolia

acacia trinervis

Escarificação mecânica com lixa, por 2 minutos seguida de lavagem rápida das sementes.

Fowler & Bianchetti (2000)




Acácia mangium
Acácia mangium mangium

Imersão em água fervente por 36 segundos.

Fowler & Bianchetti (2000).




Acácia-negra

Acacia decurrens

Imersão das sementes em água fervente por 5 minutos.

Ragagnin (sd)




Nogueira-de-iguape

Aleurites molucana

Escarificação mecânica; trincagem parcial do tegumento externo das sementes.

Capelanes (1989); Capelanes & Biella (1984)




Acácia-negra

Acacia mearnsii

Imersão em água a 90º C e permanência fora do aquecimento por 24hs, ou escarificação mecânica por 4 segundos, em lixa de óxido de alumínio nº 80.

Fowler & Bianchetti (2000).




Acácia-assis-brasil

Acacia melanoyilon

Imersão em água a 80º C e permanência fora do aquecimento por 24hs.

Fowler & Bianchetti (2000).




Acácia-mimosa

Acacia podalyriaefolia

Imersão em água fervente e permanência fora do aquecimento por 12hs na mesma água.

Fowler & Bianchetti (2000).




Acácia-gomífera

Acacia Senegala

Escarificação em ácido sulfúrico por 3 minutos, seguido de lavagem em água corrente.

Torres & Santos (1994)




Acer

Acer negundo

Estratificação por 90 dias a 5ºC em areia úmida.

Fowler & Bianchetti (2000).




Tento -carolina

Adenanthera pavolina

Imersão em ácido sulfúrico 70% por 10 minutos, seguida de lavagem em água corrente e imersão em ácido giberélico (100ppm) por 3 hs.

Fowler & Bianchetti (2000).




Albizia

Albizia lebbeck

Escarificação mecânica, ou imersão em água a Tª inicial de 80ºC, seguida de repouso por 24hs.

Fowler & Bianchetti (2000).




Albizia

Albizia guachupele

Imersão em água a temperatura de 80 ºC seguida de repouso por 48 hs.

Fowler & Bianchetti (2000).



















Farinha-seca

Albizia hasslerii

Imersão em ácido sulfúrico concentrado de 1-3 minutos seguida de lavagem em água corrente.

Fowler & Bianchetti (2000).




Albizia-branca

Albizia policephala

Imersão em água a temperatura ambiente (25ºC) por 48 hs.

Fowler & Bianchetti (2000).




Tungue

Aleurites fordii

Corte do tegumento da semente na extremidade oposta à da radícula.

Fowler & Bianchetti (2000).




Nogueira-de-iguape

Alerites molucanas

Escarificação mecânica.

Fowler & Bianchetti (2000).




Cerejeira

Amburana cearensis

Imersão em água à temperatura inicial de 80º.C, seguido de repouso na mesma água fora do aquecimento por 24 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Tento-carolina

Anadenthera pavonina

Escarificação em ácido sulfúrico 70% por 10 minutos

Reis et al. (1975)




Fruta-de-conde

Annona squamosa

Tratamento com solução de ac. giberélico (GA3) 200mg.L-1

Ferreira et al. (1998)




Grápia

Apuleia leiocarpa

Imersão em H2SO4 concentrado de 6 a 20 minutos seguido de lavagem em água corrente.

Fowler & Bianchetti (2000).




Garapa

Apuleia leiocarpa

Escarificação em ácido sulfúrico 75% por 5 minutos.

IEF-MG (sd)




Pinheiro-do-paraná

Araucaria angustifolia

Imersão em água à temperatura ambiente por 48 horas (para embebição).

IEF-MG (Sd)




Sucupira

Bowdichia virgilioides

Escarificação mecânica por 2 segundos.

IEF-MG (sd)




Cangerana

Cabralea glaberrima

Remoção de polpa.

Ragagnin (sd)




Pau-ferro

Caesalpinia ferrea

Escarificação em ácido sulfúrico concentrado por 15 minutos; escarificação mecânica com lixa de ferro.

Souza et al. (1997); Neiva & Barbosa (1997).




Pau-ferro

Caesalpinia leiostachya

Escarificação em ácido sulfúrico concentrado por 40 minutos

Capelanes (1989)







Caesalpinia martiniana

Escarificação mecânica com lixa de ferro.

Neiva & Barbosa (1997)







Caesalpinia spectabilis

Escarificação mecânica com lixa de ferro.

Neiva & Barbosa (1997)




Granandi

Callophyllum brasiliense

Estratificação em areia a sombra por 60 dias.

Fowler & Bianchetti (2000).




Falso-pau-brasil

Cealsapinia spinosa

Imersão em água a temperatura inicial de 80º.C, seguido de permanência na mesma água, fora do aquecimento, por 24 horas ou escarificação mecânica.

Fowler & Bianchetti (2000).




Guabirobeira

Campomanesia sp

Remoção da polpa.

Ragagnin (sd)




Cássia rósea

Cassia grandis

Escarificação em ácido sulfúrico concentrado por 30 minutos.

Capelanes (1989)




Cassia

Cassia javanica

Escarificação mecânica.

Grus et al. (1984)




Barbatimão

Cassia leptophyla

Imersão em água à temperatura ambiente por 12 horas ou imersão em água à temperatura ambiente por 12 horas ou escarificação mecânica (escarificador elétrico) por 30 segundos.

Ragagnin (sd)




Embaúba

Cecropia spp.

Presença de luz e uso de temperaturas alternadas.

Holthijzen & Boerboom (1982)




Embaúba

Cecropia spp.

Presença de luz e uso de temperaturas alternadas.

Holthijzen & Boerboom (1982)




Araribá

Centrolobium tomentosum

Imersão em água à temperatura de 25º.C por 48 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Sobrasil

Colubrina glandulosa

Imersão em H2SO4 concentrado por 2 horas seguidas de lavagem em água corrente.

Fowler & Bianchetti (2000).




Colvílea

Colvílea racemosa

Imersão em água à temperatura de 80º.C , seguida da permanência na mesma água fora do aquecimento, por 24 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Imburana-de-cambão

Commiphora leptophloes

Secagem por 168 horas em câmara com 15% de umidade relativa do ar.

Fowler & Bianchetti (2000).




Pau d' óleo

Copaifera langsdorfii

Lavagem das sementes em água corrente por 1 hora; estratificação úmida em areia por 15 dias, em câmara fria a 5°C ou imersão em água por 96 hs.

Carvalho (1994); Borges et al. (1982); Fowler & Bianchetti (2000).




Louro-pardo

Cordia Trichotoma

Escarificação mecânica por 2 segundos.

Fowler & Bianchetti (2000).




Cumarú

Coumarona sp

Extração do invólucro do fruto.

Fowler & Bianchetti (2000).




Aschersoniana

Cryptocarya

Trincagem do tegumento da semente.

Fowler & Bianchetti (2000).




Cipreste

Cupressus sp

Imersão em água à temperatura ambiente por 12 horas.

Ragagnin (sd)




Cipreste

Cupressus lusitanicas

Imersão em água por 24 horas a 48 horas, ou Estratificação úmida de 30 a 60 dias a 4ºC.

Fowler & Bianchetti (2000).




Flamboyant

Delonix regia

Corte do tegumento na extremidade do ponto de interseção na vagem.

Fowler & Bianchetti (2000).




Roxinho

Dialium divaricatum

Remoção do tegumento.

Cavallari (1987)




Morototó

Didymopanax morototoni

Imersão em água à temperatura ambiente por 12h.

IEF-MG (sd)




Angelim-pedra

Dinizia excelsa

Escarificação em ácido sulfúrico 96% por 30 minutos.

Vastano Jr. Et al. (1983)




Baru; cumbaru

Dipteryx alata

Retirar as sementes dos frutos; escarificação em ácido sulfúrico 50% por 6 horas.

IEF-MG (sd); Albrecht & David (1993)




Cortiça

Duguetia lanceolata

Escarificação mecânica.

Fowler & Bianchetti (2000).




Dendê

Elaeis Guimeensis

Secagem da semente até 17 % de umidade seguida de 80 dias em embalagem plástica hermética, em ambiente a 40°C. Após, reidratar as sementes até 25% umidade.

Fowler & Bianchetti (2000).




Tamboril

Enterolobium contortisiliquum

Imersão por 72 horas em água à temperatura ambiente.

Capelanes (1989)




Suína

Erythrina speciosa

Escarificação mecânica por um minuto.

Fowler & Bianchetti (2000).







Erythrina falcata

Imersão de sementes em água à temperatura de 80ºC, seguida de repouso na mesma água, por 24 horas, ou Imersão em água a temperatura de 25ºC por 48 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Mulungu

Erythrina velutina

Escarificação mecânica por 5 segundos.

Fowler & Bianchetti (2000).




Suinã

Erythrina speciosa

Escarificação mecânica.

Carvalho et al. (1980)




Mulungu

Erythrina velutina

Escarificação mecânica (escarificador elétrico) por 1 a 5 segundos.

Silva & Matos (1991)




Cerejeira

Eugenia involucrata

Remoção da polpa.

Ragagnin (sd)




Pitangueira

Eugenia uniflora

Remoção da polpa.

Ragagnin (sd)




Palmiteiro

Euterpe edulis

Retirar a polpa após imersão em água por 24 h.

Figliolia et al. (1987)




Melina; gmelina

Gmelina arborea

Imersão em hormônios (GA3; BAP ou GA3 + BAP).

Bragantini & Rosa (1985)




Genipapo

Genipa americana

Imersão das sementes em água à temperatura ambiente (25ºC) por 48 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Gmelina

Gmelina arbórea

Imersão em solução de ácido giberélico (100ml/l) por um dia

Fowler & Bianchetti (2000).




Cupiuba

Goupia glabra

Imersão em água à temperatura ambiente por 11 horas e permanência em água a 65ºC por duas horas e choque térmico em estufa a 80 ºC, por um minuto.

Fowler & Bianchetti (2000).




Mutamba

Guazuma Ulmifolia

Escarificação em H2SO4 concentrado por 50 minutos seguida de lavagem em água corrente e imersão em água por 12 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Uva –do-Japão

Hovenia dulcis

Imersão em água fervente e permanência por 12 horas na mesma água.

Fowler & Bianchetti (2000).




Jutaí-açú

Hymenaea courbaril

Escarificação em H2SO4 comercial por 35 minutos, seguida da lavagem em água corrente e imersão em água por 12 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Jutaí-mirim

Hymenaea parviflora

Escarificação em H2SO4 comercial por 35 minutos seguida de lavagem em água corrente e imersão em água por 12 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Jatobá-do-cerrado

Hymenaea stignocarpa

Imersão em água à temperatura ambiente por 10 dias.

Fowler & Bianchetti (2000).




Angelim-da-mata

Hymenolobium excelsum

Corte de pequena porção do tegumento na extremidade oposta ao eixo embrionário.

Veiga et al. (1997)




Angeleim de mata

Hymenolobium excelsum

Corte de tegumento na extremidade oposta ao eixo embrionário.

Fowler & Bianchetti (2000).




Erva-mate

Ilex paraguariensis

Estratificação em areia úmida por 5 a 6 meses;

Zanon (1988)




Anileira

Indigofera truxillensis

Imersão em água à temperatura inicial de 96ºC de 120 a 180 segundos.

Fowler & Bianchetti (2000).




Patauá

Jessenia bataua

Imersão das sementes em água à temperatura ambiente por 48 horas ou imersão das sementes em água à temperatura de 50°C por 15 minutos.

Silva & Firmino (1998)




Ingazeiro

Inga marginata

Remoção da polpa.

Ragagnin (sd)




Boleira

Joannesia princeps

Imersão em água à temperatura ambiente por 48h; trincagem parcial do tegumento das sementes.

IEF-MG (sd); Capelanes & Biella (1984)




Pau-santo

Kielmeyera coriacea

Imersão em soluções de ácido giberélico (GA3)

Ferreira et al. (1997)




Quereutéria

Koelreuteria paniculata

Imersão de H2SO4 por uma hora seguida de lavagem em água corrente, ou imersão em água a 80ºC e o resfriamento, ou Estratificação em areia úmida a 5ºC por 90 dias.

Fowler & Bianchetti (2000).



















Leucena

Leucaena Leucocephala

Imersão em água a 100ºC e permanência fora do aquecimento por 24 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Alfeneiro

Ligustrum japonicum

Estratificação em areia úmida de 2 a 3º C por 60 a 90 dias.

Fowler & Bianchetti (2000).




Liriodendron

Liriodendron Tulipifera

Estratificação em areia úmida durante os meses de inverno à temperatura ambiente

Fowler & Bianchetti (2000).




Pau-tanino

Maquira sclerophylla

Extração de pericarpo.

Fowler & Bianchetti (2000).




Palmeira-inajá

Maximiliana regia

Despolpamento dos frutos.

Fowler & Bianchetti (2000).




Cinamomo

Melia azedarach

Remoção da polpa.

Ragagnin (sd)




Quaresminha

Miconia cinnamomifolia

Usar pó de xaxim como substrato de sementeira.

IEF-MG (sd)




Jacatirão-açú

Miconia cinnamomifolia

Germinação em presença de luz branca contínua.

Fowler & Bianchetti (2000).




Maricá

Mimosa bimucronata

Imersão em água a 80ºC por 1 minuto, e permanência fora do aquecimento por 18 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Sabiá

Mimosa Caesalpiniaefolia

Escarificação mecânica com lixa, seguida de imersão em água a 60ºC, por 3 minutos.

Fowler & Bianchetti (2000).




Bracatinga-de-campo-mourão

Mimosa Flocculosa

Imersão em água à temperatura entre 60ºC e 70ºC seguida de repouso na mesma água, por 18 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Jurema-preta

Mimosa hostilis

Escarificação mecânica com lixa nº100, por 40 segundos.

Fowler & Bianchetti (2000).




Bracatinga comum

Mimosa scabrella

Escarificação em ácido sulfúrico concentrado por 4 minutos;

Ramos & Bianchetti (1984)




Bracatinga-miúda

Mimosa pilulifera

Imersão em água entre 75ºC e 96ºC seguida de repouso, por 18 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Juquiri

Mimosa regnellii

Imersão em água a temperatura inicial entre 50ºC e 96ºC, seguida de permanência na mesma água, fora do aquecimento por 12 horas, ou imersão em H2SO4 concentrado, por 10 minutos.

Fowler & Bianchetti (2000).




Bracatinga

Mimosa Scabrella

Imersão em água a 80ºC e permanência fora do aquecimento, por 18 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Sabiá

Mimosa caesalpiniaefolia

Escarificação das sementes nuas em ácido sulfúrico 95% por 5 minutos;

Martins et al. (1992);




Aroeira

Myracrodruon urundeuva

Imersão em água à temperatura ambiente por 48h.

IEF-MG (sd)




Jaboticabeira

Myrciaria trunciflora

Remoção da polpa.

Ragagnin (sd)




Guabiju

Myrcyanthes pungens

Remoção da polpa.

Ragagnin (sd)




Canela-amarela

Nectandra lanceolata

Escarificação em ácido sulfúrico concentrado por 5 minutos

IEF-MG (sd)




Pau-de-balsa

Ochroma pyramidale

Escarificação manual e imersão em água a

80ºC e permanência fora do aquecimento, por 6 horas.



Fowler & Bianchetti (2000).




Canela-guaicá

Ocotea puberulla

Escarificação mecânica seguida de estratificação em areia úmida por 60 a 120 dias.

Bianchetti & Ramos (1983)




Olho-de-cabra

Ormosia arborea

Escarificação mecânica – lixamento do tegumento ou a punção do tegumento; Escarificação em ácido sulfúrico concentrado por 30 minutos seguido de lavagem em água corrente e imersão em água corrente por 20 horas.

Figliolia & Crestana (1993); Capelanes & Biella (1984)




Turco

Parkinsonia aculeata

Escarificação mecânica (escarificador elétrico) nos tempos de 1 ou 2 minutos ou imersão em água à temperatura de 80-90°C por 1 ou 2 minutos.

Torres & Santos (1994)




Turco

Parkinsonia aculeate

Escarificação mecânica por 1 minuto seguida de imersão em água com 80 a 90ºC por 2 minutos.

Fowler & Bianchetti (2000).




Faveiro-rósea

Parkia oppositifolia

Imersão em H2SO4, concentrado de 20 a 40 minutos, seguida de lavagem em água corrente, ou Escarificação mecânica na porção terminal da semente, seguida da aplicação de fungicida (Benomil a 0,1%).

Fowler & Bianchetti (2000).




Visgueiro

Parkia pendula

Desponte das sementes no lado oposto ao da emissão da radícula seguida de imersão em H2SO4, por 20 minutos, e lavagem em água corrente.

Fowler & Bianchetti (2000).




Sorbilis guaraná

Paulinia cupana var.

Imersão em água, por 48 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Canafístula

Peltophorum dubium

Escarificação mecânica por 6 segundos, em lixa nº 80, ou imersão em H2SO4 concentrado por 8 minutos seguida de lavagem em água corrente.

Fowler & Bianchetti (2000).




Canafístula

Peltophorum vogelianum

Escarificação em ácido sulfúrico concentrado por 30 minutos.

Capelanes (1989).




Pinus Tropical

Pinus caribaea var. bahamensis

Estratificação a 12ºC por 21 dias.

Fowler & Bianchetti (2000).




Pinus

Pinus elliottii var elliottii

Imersão em água, por 16 horas, e 15 dias de frio (0 a 5ºC).

Fowler & Bianchetti (2000).




Pinus

Pinus taeda

Imersão em água por 24 horas, e 50 dias de frio (0 a 5).

Fowler & Bianchetti (2000).




Pu-jacaré

Piptadenia gonoacantha

Imersão em água à temperatura ambiente (25ºC) por 48 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Sete-cascas

Pithecelobium inopinathum

Imersão em H2SO4 de 1 a 5 minutos, seguida de lavagem em água corrente.

Fowler & Bianchetti (2000).




Plátano

Platanus acerifolia

Imersão em água por 4 dias.

Fowler & Bianchetti (2000).




Vinhático

Plathymenia foliolosa

Escarificação mecânica por 2 segundos.

IEF-MG (sd)




Algaroba

Prosopis Juliflora

Imersão em H2SO4 concentrado por 30 minutos seguida de lavagem em água corrente.

Fowler & Bianchetti (2000).




Goiaba

Psidium guajava

Imersão em água a temperatura ambiente (25ºC) por 48 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Araçá

Psidium sp.

Imersão em água a temperatura ambiente (25ºC) por 48 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Sucupira

Pterodon pubescens

Corte do tegumento na extremidade ode é emitida a radícula.

Fowler & Bianchetti (2000).




Amendoim-do-campo

Pterogyne nitens

Imersão em H2SO4 por 30 minutos seguida de lavagem em água corrente.

Fowler & Bianchetti (2000).




Capororoca

Rapanea ferruginea

Colocar em estufa por 12 horas à temperatura de 20ºC e 12 horas à temperatura de 30ºC.

Fowler & Bianchetti (2000).

Ariticum

Rollinia sp

Remoção da polpa.

Ragagnin (sd)

Sabugueiro

Sabugueiro nigra

Estratificação em areia à temperatura de 5ºC pr 90 dias.

Fowler & Bianchetti (2000).

Saboneteira

Sapindus saponaria

Escarificação manual com lixa nº 60, por 30 segundos.

Fowler & Bianchetti (2000).

Aroeira-piriquita

Schinus molle

Remoção da casca do fruto e lavagem em água corrente.

Fowler & Bianchetti (2000).




Guapururu

Schizolobium parahyba

Imersão em água a 96ºC e permanência fora do aquecimento, por 48 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Taxi-branco

Sclerolobium paniculatum

Sementes nuas: Remoção da porção do tegumento na extremidade oposta ao eixo embrionário, ou Escarificação com H2SO4 concentrado, por 10 minutos, seguida de lavagem em água corrente.

Fowler & Bianchetti (2000).




Paricá

Schizolobium amazonicum

Imersão em H2SO4 por 60 minutos seguida de lavagem em água corrente, ou imersão em água a 80ºC e permanência por 24 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Angá

Sclerolobium rugosum

Escarificação mecânica, ou imersão em água a 96 ºC, seguida de permanência fora do aquecimento por 24 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Manduirana

Senna macranthera

Imersão em H2SO4 concentrado, por 50 minutos.

Fowler & Bianchetti (2000).




Fedegoso

Senna occidentalis

Imersão em água a temperatura inicial de 96ºC, seguida de permanência na mesma água, fora do aquecimento, por 18 horas, ou imersão em H2SO4 concentrado por 20 minutos.

Fowler & Bianchetti

2000).





Cássia-carnavalo

Senna spectabilis

Imersão em H2SO4 concentrado por 5 minutos, seguida de lavagem em água corrente por uma hora e imersão em água á temperatura ambiente por 24 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Cassia-verrugosa

Senna multijuga

Imersão das sementes em água à temperatura de 100°C, permanecendo na mesma água por 24 horas ou escarificação das sementes em ácido sulfúrico concentrado por 10 a 15 minutos;

Ulhoa & Botelho (1993)







Senna silvestris

Escarificação em ácido sulfúrico comercial por 25 minutos

Jeller & Perez (1997)




Sesbania

Sesbania punicea

Escarificação mecânica das sementes com lixa de Madeira, seguida de imersão em água, por 72 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Sesbania

Sesbania sesban

Imersão em água á temperatura inicial de 96º.C seguida de repouso por 24 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Sesbania

Sesbani vrigata

Imersão em H2SO4 concentrado em 40 a 50 minutos.

Fowler & Bianchetti (2000).



















Umbu

Spondia tuberosa

Imersão em água a 50º.C por 21 minutos.

Fowler & Bianchetti (2000).




Barbatimão

Stryphnodedron adstringens

Imersão em H2SO4, por 5 minutos seguida de lavagem em água corrente e permanência em água, por 24 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).



















Faveira-camuzé

Stryphnodedron

Imersão em H2SO4 por 5 minutos seguida de lavagem em água corrente, ou Escarificação manual e imersão em água, por 6 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Faveira-camuzê

Stryphnodendron pulcherrimum

Escarificação mecânica das sementes em esmeril seguida pela imersão em água à temperatura ambiente por 6 horas ou escarificação das sementes em ácido sulfúrico 96% por 2 e 5 minutos.

Varela et a.l. (1991)




Carne-de-vaca

Styrax leprosus

Imersão em H2SO4 (75%) por 30 minutos, seguida de lavagem em água corrente, ou Escarificação mecânica, por 2 segundos.

Fowler & Bianchetti (2000).




Jerivá

Syagrus romanzoffianum

Imersão em água á temperatura de 25º.C por 96 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Guariroba

Syagrus oleracea

Despolpar os frutos recém-colhidos.

Fowler & Bianchetti (2000).




Baguaçu

Talauma ovata

Imersão das sementes em água á temperatura ambiente (25 ºC) por 48 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Tamarindo

Tamarindus indica

Escarificação, manual com lixa e imersão em água, por 48 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Pau-de-pombo

Tapirira guianensis

Extração do pericarpo.

Fowler & Bianchetti (2000).







Taxodium distichum

Estratificação em areia úmida, de 4º C a 5º C por até 60 dias.

Fowler & Bianchetti (2000).




Tipuana

Tipuana Tipu

Imersão das sementes em água á temperatura ambiente (25 ºC) por 48 horas.

Fowler & Bianchetti (2000).




Crindiúva

Trema micrantha

Imersão em H2SO4 por 10 minutos seguida de lavagem em água corrente.

Fowler & Bianchetti (2000).




Candeia

Vanillosmopsis erithropappa

Imersão em água à temperatura ambiente por 12h..

IEF-MG (sd)




Bicuíba

Virola gardneri

Estratificação em meio úmido (190g vermiculita / 500 ml água / 25 sementes), a 10°C por 60 dias.

Piña-Rodrigues & Jesus (1993)




Ucuúba

Virola surinamensis

Estratificação em água corrente por 7 dias.

Piña-Rodrigues & Mota (1995)




Tarumã

Vitex megapotamica

Remoção da polpa e em seguida Imersão em água à temperatura ambiente por 12 horas.

Ragagnin (sd)







Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə