Universidade federal de mato grosso caderno de resumos


PACIFICA PINHEIRO CAVALCANTI



Yüklə 2.68 Mb.
səhifə10/201
tarix21.08.2017
ölçüsü2.68 Mb.
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   201

PACIFICA PINHEIRO CAVALCANTI


RAQUEL SANTOS BRITO

JULIANA MANFROI

Resumo: A sexualidade se faz presente enquanto a vida existe e o desempenho sexual modifica-se com o decorrer do tempo. Este envelhecimento sexual é um dos fatores mais frequentemente apontados como fonte de angústia em idosos. Diante disso, objetivou-se realizar um levantamento da influência do envelhecimento na prática sexual dos idosos para assim direcionar as consultas de enfermagem e as atividades de educação em saúde, com a finalidade de fornecer um atendimento integral a essa clientela. Trata-se de um levantamento bibliográfico. Deste modo, como fontes de informações foram analisados alguns capítulos de livros de ginecologia e saúde mental; manuais do ministério da saúde e principalmente artigos científicos de periódicos sobre o processo de envelhecimento sexual e reprodutivo, dando ênfase às implicações psicológicas advinda desse processo. No que diz respeito às mulheres, a resposta sexual é afetada, pois o envelhecimento acarreta uma lubrificação vaginal menos intensa e mais demorada, sendo necessário, às vezes, um maior estímulo sexual. É possível ocorrer também um adelgaçamento dos tecidos vaginais, tornando a perspectiva do sexo com penetração, motivo de ansiedade e de falta de satisfação. Esses sintomas podem influenciar especialmente na relação sexual com penetração, causando dispauremia. Especificamente no homem, o envelhecimento acarreta uma diminuição parcial da tumescência peniana, mas ainda suficiente para uma relação sexual satisfatória; assim como diminui a quanti¬dade de sêmen ejaculado e a força com que ele é expelido. Comparados a adultos jovens, os idosos têm necessidade de maior tempo para atingir a excitação sexual e completar a relação sexual, assim como também é maior o período de latência para que ocorra nova excitação. Verificou-se que as modificações orgânicas decorrentes do envelhecimento, não obrigatoriamente implicam na diminuição do prazer, mas podem influenciar a resposta sexual, que pode ser mais lenta. Sendo assim, se essas alterações orgânicas não forem trabalhadas podem trazer severas complicações psicológicas e no convívio social como um todo. Percebe-se também a escassez de estudos voltados ao envelhecimento sexual masculino, como a falta de aconselhamento sexual para os homens. Neste contexto, a enfermagem se encontra em uma posição ideal pela inserção na atenção primária, podendo fornecer orientações referentes à promoção da saúde, a prevenção de doenças e ensinando os idosos a lidar com essa nova fase da vida. Assim, essa atuação poderá propiciar uma vivência da sexualidade de maneira plena, sendo os idosos conscientes com relação às escolhas, as direcionando a uma vida sexual, segura, informada e baseada na autoestima e respeito.

Palavras-chave: Saúde sexual, Saúde do idoso, Cuidados de enfermagem.

Título: A PRODUÇÃO DO CONHECIMENTO NO CURSO DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA – 2001/2011: UMA ANÁLISE SOBRE OS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA PENSAR A PESQUISA NA FEF/UFMT

Orientador: BELENI SALÉTE GRANDO

Autor(es):


BELENI SALETE GRANDO


Resumo: Trata-se de uma ação interdisciplinar em torno da sistematização do processo de iniciação científica no Curso de Licenciatura em Educação Física – FEF/UFMT, em função da preocupação com a formação de qualidade do futuro profissional em Educação Física, que deve ser consubstanciada pelas diferentes vivências de conhecimentos e experiências ao longo da formação, entre elas, o fazer pesquisa. Tem-se como meta promover um diagnóstico dos Trabalhos de Curso (monografias) defendidos no período de 2001-2011, no Curso de Licenciatura em Educação Física, da FEF/UFMT, compreendendo-se os aportes teóricos e metodológicos das monografias; elucidando os temas mais recorrentes e os silenciados; indicando aqueles que necessitam de maiores investimentos por parte dos professores/pesquisadores do Curso, ou a experimentação de outras abordagens metodológicas de pesquisa, que possibilitem compreender o fenômeno estudado sob as diferentes matrizes teóricas, de forma multifacetada e em relação com a realidade concreta em que se inserem as ações do professor de Educação Física em Mato Grosso. A pesquisa é do tipo bibliográfica, de caráter crítico-epistemológico e prevê a sistematização e análises dos dados numa perspectiva qualitativa e quantitativa. As técnicas de coleta de dados são o levantamento bibliográfico e documental, que permitiram reunir e organizar as informações sobre as monografias defendidas. Como ação contributiva do projeto pretende-se avaliar a relação direta e indireta dos trabalhos de curso com o campo de formação de professores, em específico, a aproximação e/ou distanciamento da escola e Educação Física Escolar; organizar material bibliográfico a ser disponibilizado ao quadro docente e discente, dos Cursos em desenvolvimento na FEF/UFMT, do Campus de Cuiabá, como elemento orientador das proposições de novas pesquisas. Acredita-se que essa ação possibilitará incentivar a criação e o fortalecimento de grupos de estudos, a diversificação da abordagem de múltiplas temáticas e metodologias de pesquisa. Assim, contribuir para reflexão do compromisso social da produção do conhecimento, estritamente interligada ao desvelamento de novos conhecimentos e práticas educativas, respaldadas pelo olhar investigativo sobre as demandas sociais e educacionais.

Palavras-chave: Produção do conhecimento. Formação Inicial. Educação Física. Mato Grosso.

Título: A RELAÇÃO COM O SABER DE ALUNOS DA ESCOLA ESTADUAL PROFESSORA MARIA DE FÁTIMA GIMENEZ LOPES, SINOP/MT

Orientador: ANA CARRILHO ROMERO GRUNENNVALDT

Autor(es):

KÉSIA DA SILVA SANTOS


Resumo: Este trabalho consiste em uma pesquisa com alunos de 6º e 9º Ano da educação básica da Escola Estadual Professora Maria de Fátima Gimenez Lopes localizada no município de Sinop, MT. Na pesquisa levanta-se como objetivo compreender a relação dos alunos com os saberes adquiridos nas aulas de educação física e matemática e quais sentidos, de gosto ou utilidade, atribuem a essas disciplinas. Para tanto, como objetivos específicos procuramos identificar de onde vem o desejo de saber e como se constrói o desejo de aprender nos saberes da educação física e da matemática e compreender como se constrói a mobilização intelectual que exige esforços e sacrifícios para aprender esses saberes; fazer a comparação de como esses saberes, informações e conhecimentos são registrados, e que dispositivo é utilizado para o armazenamento desses conhecimentos, confrontando o aprender na sala de aula e na quadra de esportes. Para a coleta dos dados foi utilizado o questionário aberto, a entrevista e o registro fotográfico de cadernos de anotações de aulas. Com este estudo foi possível constatar que na relação dos alunos com os saberes a relação de utilidade e gosto são relativos aos benefícios e entendimento que este saber produz. Na matemática, a relação de utilidade está envolvida com sua aplicação no dia a dia, com a aspiração de que esse saber propiciará um futuro melhor que o presente dado, ou ainda um bom emprego. Na educação física, a não obrigatoriedade de realizar a aula, verificada entre os alunos do 9º ano, aponta que o “jogar bola” é realizado essencialmente pelo gosto. Já os alunos do 6º ano, que além dos jogos como futebol, queima e vôlei, fazem exercícios de aquecimento, alia esta disciplina a sua utilidade biológica no corpo, como também o momento do brincar. Aponta-se ainda o fato de que o aprender na sala de aula, segundo os alunos, está condicionado à explicação do professor e o caderno para registro do aprendizado, enquanto que na quadra de esportes os alunos que fazem educação física necessitam da explicação e direcionamento do professor, e registram o aprendizado no caderno, na memória e no corpo.

Palavras-chave: Relação com o saber, disciplinas escolares

Título: A SISTEMATIZAÇÃO DA CONSULTA DE ENFERMAGEM À CRIANÇA NAS UNIDADES BASICAS DE SAUDE DE CUIABA-MT

Orientador: MARIA APARECIDA MUNHOZ GAIVA

Autor(es):



Поделитесь с Вашими друзьями:
1   ...   6   7   8   9   10   11   12   13   ...   201


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2019
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə