Universidade federal de mato grosso caderno de resumos



Yüklə 2.68 Mb.
səhifə100/201
tarix21.08.2017
ölçüsü2.68 Mb.
1   ...   96   97   98   99   100   101   102   103   ...   201

THAIGRA DE SOUSA SOARES


Resumo: Diabetes mellitus é uma síndrome caracterizada por hiperglicemia que altera o metabolismo de carboidratos, lipídios e proteínas. O diabete é uma síndrome de enorme importância, pois afeta cerca de 9% da população mundial. Embora diversas drogas sejam utilizadas para controlar o diabete, o controle glicêmico perfeito é raramente atingido. Desta forma, novas alternativas são investigadas, dentre elas o uso de plantas medicinais Diversas plantas são utilizadas pela população por possuírem atividade hipoglicêmica ou antidiabética, como por exemplo, a Hancornia speciosa, conhecida popularmente como mangaba ou mangabeira. Em vista disso, o objetivo deste trabalho foi verificar o efeito do extrato aquoso das folhas de Hancornia speciosa no perfil bioquímico em ratas Wistar não-diabéticas e diabéticas. Para isto, ratas Wistar foram divididas em 4 grupos: Ratas não-diabéticas tratadas com água (Controle, n=8) ou com extrato da planta (Tratado, n=9), e ratas diabéticas tratadas com água (Diabético, n=8) ou com extrato da planta (Diabético Tratado, n=9). O diabete foi induzido por Streptozotocin (via i.v., 40 mg/kg). O tratamento foi realizado diariamente, por 21 dias consecutivos, através de gavage, na dose de 400 mg/kg. Nos dias 0, 7 14 e 21 de experimento foram medidos a glicemia de todas as ratas. Os resultados mostraram que o tratamento com o extrato aquoso de folhas de Hancornia speciosa, na dose utilizada, não alterou nenhum parâmetro estudado nos animais não-diabéticos. Nos animais com diabete induzido por Streptozotocin, a planta não modificou os níveis glicêmicos ao longo do experimento e não mostrou efeito significativo no perfil proteico e lipídico.

Palavras-chave: Hancornia speciosa, Diabetes mellitus, plantas medicinais, ratos.

Título: EFEITO DO FOGO SOBRE A COMUNIDADE DE PEQUENOS MAMÍFEROS EM CAMPOS NATIVOS DO PANTANAL DE POCONÉ MT

Orientador: VIVIANE MARIA GUEDES LAYME

Autor(es):

LANA PAVAO CANDELARIA


Resumo: Apesar de o Pantanal ser uma área alagável no período chuvoso, apresenta período de estiagem no qual está sujeito a queimadas de origem natural ou antrópica. Essas queimadas são utilizadas muitas vezes como uma forma de manejo em pastagens nativas, porém seu efeito sobre as espécies de pequenos mamíferos terrestres é pouco conhecido. O objetivo deste trabalho foi descrever e comparar a comunidade de pequenos mamíferos, entre áreas queimadas e não queimadas em uma localidade do Pantanal. A pesquisa foi realizada em uma área de pastagem nativa com várias intensidades de manejo na fazenda São Sebastião do Borba, Pantanal de Poconé – MT. Desde julho de 2010 foram estabelecidas dez parcelas de 30 x 40m. Em outubro de 2010, seis destas parcelas foram atingidas por uma queimada. Em julho de 2011 distribuímos 20 armadilhas do tipo Sherman e Tomahawk, de forma alternada em intervalos de dez metros de distância em cada parcela. Todas as armadilhas foram mantidas abertas durante cinco dias consecutivos em cada período e iscadas quando necessário. Os indivíduos capturados foram identificados, marcados, mensurados e imediatamente soltos. Além disto, utilizamos dados sobre a comunidade de pequenos mamíferos que foram coletados com o mesmo protocolo antes e imediatamente após o fogo (julho e novembro de 2010). A taxa geral de captura em julho de 2011 foi de 2,6%. Coletamos 26 indivíduos de quatro espécies de roedores, sendo elas: Holochilus sciureus, Calomys callosus, Necromys lasiurus e Olygoryzomys sp. A espécie mais abundante foi H. sciureus presente tanto nas áreas queimadas como nas áreas não queimadas. H. sciureus, apresentou uma maior taxa de incremento populacional (TIP) nas coletas realizadas em julho de 2011, nove meses após a queimada. Enquanto que C. callosus que apresentou maior TIP na coleta realizada logo após o fogo, em novembro de 2010. A riqueza foi um pouco maior em áreas queimadas e a abundância cresceu no último período quase quatro vezes mais nas áreas que queimaram e continuou negativa nas áreas não queimadas. Já a biomassa e peso médio tiveram um aumento em médio prazo nas áreas queimadas e não queimadas que podem ser explicados pelo maior registro de espécies maiores como o H. sciureus. A maioria das espécies registradas no presente estudo ocorre principalmente em hábitats abertos e como o fogo removeu uma boa parte da cobertura vegetal isso pode ter influenciado positivamente a comunidade resultando em uma maior abundância após o fogo. Podemos considerar que o fogo não tem influenciado negativamente a comunidade de pequenos mamíferos do local.

Palavras-chave: Queimada, roedores, manejo

Título: EFEITO DO MANEJO DE CAMPOS NATIVOS INUNDÁVEIS SOBRE A COMUNIDADE DE PEQUENOS MAMÍFEROS DA REGIÃO DO PANTANAL DE POCONÉ (MATO GROSSO)

Orientador: VIVIANE MARIA GUEDES LAYME

Autor(es):

PRISCILLA BARBOSA ALCANTARA DA SILVA

Resumo: No Pantanal vastas áreas de campos naturais inundáveis tem sido utilizadas desde o século passado para pecuária extensiva. No entanto, espécies de plantas nativas lenhosas tem se expandido nesses campos. Para manter a viabilidade muitos fazendeiros da região realizam a remoção parcial dessas plantas. Porém, o impacto desse manejo sobre a flora e fauna naturais do bioma não é conhecido. Esse trabalho visa relacionar características da comunidade de pequenos mamíferos não voadores com as frequências de manejo realizadas em campos nativos em uma localidade do Pantanal de Poconé, MT. Realizamos três períodos de coleta entre agosto de 2010 e julho de 2011, todos em estação seca. Estabelecemos dez parcelas de amostragem em campos "sujos" com histórico de diferentes frequências de manejo. Em cada parcela distribuímos dez armadilhas do tipo Sherman e dez do tipo Tomahawk de maneira intercalada, as quais foram mantidas abertas durante cinco dias consecutivos em cada período de coleta, totalizando um esforço amostral de 3000 armadilhas.noite. As armadilhas foram vistoriadas diariamente e os indivíduos capturados foram identificados, marcados e soltos. Foram registrados 78 indivíduos, na ordem Rodentia: Holochilus sciureus, Calomys cf. callosus, Necromys lasiurus, Oligoryzomys sp. e Cavia aperea. E quatro na ordem Didelphimorphia: Cryptonanus chacoensis e Philander opossum. A espécie C. chacoensis foi relatada pela primeira vez para a região do Pantanal de Poconé enquanto que a espécie H. sciureus teve seu primeiro relato como espécie mais abundante em trabalhos realizados na mesma região. A alta densidade da espécie pode ser explicada pela presença de herbáceas, que são seu componente nutricional principal, e a proximidade do Rio Cuiabá que confere ao hábitat características úmidas, propício para a espécie que é caracterizada como semi-aquática. Quanto à riqueza registrada, não houve relação quando associada às diferentes frequências de manejo. Já a abundância apresentou variação significativa, onde áreas mais manejadas apresentaram alta abundância quando comparadas as áreas menos manejadas. Não houve relação entre a variação no comprimento corporal, o peso e a razão sexual das espécies mais comuns e as frequências de manejo. Porém, nas populações de C. callosus de áreas mais frequentemente manejadas foi registrada um alta proporção de machos em relação as fêmeas. Enquanto que em áreas onde o manejo foi menos frequente a razão sexual foi mais equitativa, com um macho para cada fêmea. Assim, em linhas gerais, é possível afirmar que a frequência de manejo realizado nos campos nativos inundáveis não implica efeitos negativos sobre a comunidade de pequenos mamíferos da região.

Palavras-chave: roedores; marsupiais; campos manejados; pastagens nativas.

Título: EFEITO DO NITROGÊNIO NA QUALIDADE DE SEMENTES DE FEIJÃO – CULTIVAR JALO PRECOCE. DILLY1, E.S.; WAGNER; LANGE; COIMBRA1, R.A. (1UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO – UFMT, SINOP, IACC/SEMENTES, AV. ALEXANDRE FERRONATO 1200, CEP 78557-267, SINOP-MT, EMILIO_DILLY@HOTMAIL.COM).

Orientador: ROGERIO DE ANDRADE COIMBRA

Autor(es):

WAGNER RICARDO HOFFMANN


1   ...   96   97   98   99   100   101   102   103   ...   201


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə