Universidade federal de mato grosso caderno de resumos



Yüklə 2.68 Mb.
səhifə14/201
tarix21.08.2017
ölçüsü2.68 Mb.
1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   ...   201

FERNANDA BREDER ASSIS DE OLIVEIRA


LORENZA ROSA SILVERIO DA SILVA

Resumo: O tratamento da malária causada por Plasmodium vivax no Brasil é feito com cloroquina 25mg/kg por 3 dias e primaquina 0,25mg/kg/dia por 7 dias. A adesão dos pacientes ao esquema empregado é fundamental para garantir a efetividade do tratamento e provavelmente, se baixa, esteja relacionada ao grande número de recaídas. O estudo realizado teve por objetivo quantificar e avaliar os fatores associados à baixa adesão ao tratamento da malária causada pelo P. vivax em município da Amazônia Legal.

Após cumprir os critérios de adesão, os pacientes foram visitados em sua residência na data anterior ao último e no último dia do tratamento. Foi solicitado que apresentassem a receita recebida para orientar o tratamento assim como o envelope dos comprimidos e foi anotado o quantitativo de comprimidos, caso houvesse. Ao final da entrevista, foi obtida uma amostra de sangue para confeccionar a gota espessa para análise.

Os casos de pacientes considerados aderentes ao tratamento para P. vivax foram os que realizaram o esquema correto, isto é, cloroquina uma vez ao dia por 3 dias (D0 a D2) - 10 comprimidos - e primaquina dois comprimidos uma vez ao dia durante 7 dias (D0 a D6) - 14 comprimidos. Neste caso, o envelope/blister apresentado deveria conter 2 comprimidos de primaquina (caso em D5) ou estar vazio (caso em D6). A adesão foi classificada como: provável adesão, se o paciente referir ter tomado todos os comprimidos prescritos no tempo e quantidade correta; provável não-adesão, se o paciente referir não ter tomado todos os comprimidos prescritos no tempo e quantidade correta; não-adesão, se houver apresentação de saldo de quantitativo superior a 2 comprimidos em D5 ou qualquer quantitativo em D6, ou efetividade terapêutica, se o resultado da gota espessa realizada na visita for negativo, para os pacientes que aderiram ao tratamento.

Na etapa de intervenção foi obtida nova amostra de pacientes constituídos em três grupos de estudo: Grupo Envelope, em que os pacientes receberam orientações terapêuticas verbais e a medicação acondicionada nos envelopes especiais; Grupo Cartela Única, em que os pacientes receberam orientações terapêuticas verbais e a medicação acondicionada nas cartelas (blister), e Grupo Controle, em que os pacientes receberam apenas as orientações terapêuticas verbais e a medicação da mesma forma como era antes da intervenção.

Ao todo foram avaliados 108 pacientes, sendo 68 homens e 40 mulheres. Destes, 13 pacientes (aproximadamente 12%) apresentaram saldo de comprimidos em D6, o que evidencia a sua não adesão ao tratamento. Um paciente apresentou saldo de 1 comprimido, 7 pacientes apresentaram saldo de 2 comprimidos, 3 pacientes apresentaram saldo de 4 comprimidos, 1 apresentou 6 comprimidos e 1 apresentou 12 comprimidos.

Após esta fase de coleta, iniciou-se há pouco tempo a fase de análise de dados.

Palavras-chave: Adesão; tratamento; malária

Título: ADITIVOS NO PROCESSO DE ENSILAGEM DO CAPIM-PIATÃ (BRACHIARIA BRIZANTHA CV. BRS PIATÃ).

Orientador: BRUNO CARNEIRO E PEDREIRA

Autor(es):


DALTON HENRIQUE PEREIRA


PATRÍCIA LUIZÃO BARBOSA

DHEYME CRISTINA BOLSON



Resumo: Nos últimos anos, a forrageira B. brizantha cv. BRS Piatã tem sido muito divulgada e implantada em grandes áreas de pecuária no Brasil, em especial no estado de Mato Grosso. Além disso, também está sendo estabelecida em sistemas integrados de produção, como Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), apresentando bons resultados. Contudo, sob enfoque de manejo estratégico da pastagem, com a oportunidade de se conservar o excedente de produção de forragem no período das águas, praticamente não há informações sobre o potencial de ensilabilidade dessa cultivar. No entanto, no melhor momento do corte, as gramíneas forrageiras tropicais possuem baixos teores de matéria seca e carboidratos solúveis e poder tampão relativamente alto, classificando-as como materiais de baixa ensilabilidade. Nesse sentido, objetiva-se com este projeto avaliar o efeito de diferentes aditivos no processo de ensilagem de capim-Piatã (Brachiaria brizantha cv. BRS Piatã) sobre a composição bromatológica e dinâmica fermentativa das silagens produzidas. O experimento será realizado no Laboratório de Nutrição Animal e Forragicultura da UFMT – Campus de Sinop e nas dependências da Embrapa Agrossilvipastoril - Sinop, Mato Grosso. As silagens serão confeccionadas utilizando-se 20 silos de PVC, com 0,1 m de diâmetro e 0,35 m de altura, com um volume de 2,75 x 10-3 m3, providos de válvulas do tipo “Bunsen”. O capim-Piatã, já estabelecido na área experimental do setor de ILPF (leite) da Embrapa Agrossilvipastoril, será cortado uniformemente e, após 75 dias de rebrota, colhido entre os renques de eucalipto (sol pleno), picado (partícula de ± 2,5 cm) e ensilado nos mini-silos, mantendo-se a compactação uniforme entre eles, com massa específica pré-determinada de 650 kg de matéria natural/m3. Antes da ensilagem, o material picado será submetido aos diferentes tratamentos, num total de cinco: sem aditivo (controle), com inoculante bacteriano SiloMax Matsuda Centurium (Matsuda), com inoculante ênzimo-bacteriano Sil All C4 (Alltech do Brasil), com milho grão moído (10% da matéria natural) e glicerina bruta (10% na matéria natural). O grão de milho triturado será adquirido em lojas de produtos agropecuários na região, sendo a glicerina bruta adquirida da empresa FIAGRIL, localizada no município de Lucas do Rio Verde–MT. Será utilizado o delineamento inteiramente casualizado (DIC), com quatro repetições. A avaliação do efeito dos aditivos sobre as variáveis será realizada pela aplicação do teste de Tukey, sendo adotado o nível de 5% de probabilidade para o erro tipo 1. Como relatado anteriormente, atualmente esta é uma das forrageiras mais implantadas no Brasil. Assim se faz necessário conhecer e desenvolver alternativas para seu uso eficiente em sistemas integrados, principalmente sob a forma de silagem em momento de excedente de produção, sob a ótica de manejo estratégico da pastagem, bem como a sua produção exclusiva para produção de silagem. Além disso, vislumbra-se o conhecimento sobre mais uma forma de utilização da glicerina bruta para alimentação animal que, em caso de sucesso comprovado, seu uso possa se tornar uma alternativa viável técnica e economicamente, principalmente nas regiões com altos índices de produção desse produto, como é o caso da Região Centro-Oeste e, especialmente o estado de Mato Grosso.

Palavras-chave: glicerina bruta, gramínea tropical, inoculante microbiano, silagem, pH

Título: ADOLESCER E ADOECER NA PERSPECTIVA DE JOVEM E FAMÍLIA

Orientador: ROSENEY BELLATO

Autor(es):

1   ...   10   11   12   13   14   15   16   17   ...   201


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə