Universidade federal de mato grosso caderno de resumos



Yüklə 2.68 Mb.
səhifə146/201
tarix21.08.2017
ölçüsü2.68 Mb.
1   ...   142   143   144   145   146   147   148   149   ...   201

ARTHUR SANTOS DA SILVA


Resumo: O estudo sobre relatos de viagem e expedições científicas ganhou novo vigor no Brasil nos últimos 20 anos. As mais diversas áreas do saber têm utilizado em suas investigações informações legadas por esses visitantes, que quase sempre eram estrangeiros. A pesquisa que estamos realizando também tem como foco uma das expedições que em meados do século XIX esteve percorrendo o interior sul-americano. Trata-se da viagem empreendida por Francis la Porte de Castelnau que, a serviço do governo francês, desembarcou no Rio de Janeiro em 1843, permanecendo na América do Sul até 1847. Nesse período, juntamente com uma equipe de naturalista, Castelnau cruzou boa parte do interior do Brasil, da Bolívia e do Peru e ao findar este périplo publicou em seis tomos, o seu relato de viagem que recebeu o título de Expédition dans les Parties Centrales de l’Amérique du Sud, Histoire du Voyage (Paris, 1850-1851). Interessou-nos o trajeto que a equipe realizou em território brasileiro nos anos de 1843-1845, quando esteve nas províncias de Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás e Mato Grosso. O propósito da pesquisa foi o de estudar as descrições e comentários feitos por Francis de Castelnau sobre os negros escravos e libertos, com os quais travou contato no interior do Brasil. Para tanto, tomou-se como fonte privilegiada o trecho da narrativa de viagem, que em 1949 foi traduzida e publicada em português com o titulo “Expedição às regiões centrais da América do Sul”. Ao estudá-la notou-se, por exemplo, que o “mundo civilizado” europeu influenciou a maneira como Castelnau descreveu a população negra. Observou-se que em seu relato há muitas passagens, nas quais o viajante expressa de forma objetiva os preconceitos culturais que nutria contra os negros. Mas também que - no contraponto - formula juízos diferenciados. Em algumas passagens, o viajante chega a assinalar que a contribuição que a população negra estava dando a civilização brasileira era algo fundamental. Há, portanto, uma nítida questão de atenção e tensão, e porque não, de contradição, nos escritos de Castelnau sobre os negros. De fato, percebe-se que o viajante deixa transparecer a grande dificuldade que tinha para compreender as diferenças étnicas e culturais da população africana que encontrou no interior do Brasil. Para Francis de Castelnau, mesmo que intelectualmente o negro pudesse ser comparado ao macaco, ele deveria fazer parte da nação brasileira para ajudá-la na promissora caminhada rumo ao Progresso.

Palavras-chave: Viajantes, Negro, Liberto, Escravo, Francis, Castelnau

Título: NEONATOS DE RISCO: AVALIAÇÃO DAS FAMÍLIAS SOBRE OS ATENDIMENTOS EM SITUAÇÕES COTIDIANAS E DE ALTERAÇÃO NA SAÚDE

Orientador: CHRISTINE BARACAT GODOY



Autor(es):

FERNANDA CRISTINA AGUIAR LIMA


RAISA PEDROSO PEDRO

Resumo: Ao longo das últimas décadas, o conjunto de intervenções voltadas para a atenção ao período da gestação e primeiro ano de vida esteve no centro das políticas públicas de saúde em nosso país. Até meados da década de 80 os programas dirigiam-se principalmente à melhoria da assistência pré-natal e ações de atenção à criança na atenção básica que contribuíram para a redução da mortalidade infantil. Nesta perspectiva, a atenção aos recém-nascidos de risco veio ganhando destaque, em virtude da contribuição deste grupo na mortalidade infantil e da atenção especializada que demandam. Neste cenário, muitos autores apontam que a atenção ao recém-nascido de risco contribui para recuperar a saúde e/ou prevenir complicações mais sérias e, em consequência, reduzir a morbimortalidade infantil no seu componente neonatal. Assim, o desenvolvimento de recursos tecnológicos e assistenciais torna-se essencial a fim de aumentar as chances de sobrevivência destes recém-nascidos. Considerando-se a importância dos recursos tecnológicos e assistenciais, prementes para este grupo de risco, há que se pensar nas questões relacionadas ao acesso e à utilização dos serviços de saúde, principalmente na Atenção Básica, principal porta de entrada para a identificação de problemas de saúde. Alguns autores apontam que serviços de saúde acessíveis e de boa qualidade são essenciais no sentido de evitar o adoecimento ou óbito deste grupo. Sendo assim, o objetivo do estudo foi avaliar, na opinião das famílias de recém-nascidos de risco, os serviços de saúde acessados e o atendimento recebido nas situações cotidianas e nas alterações de saúde do neonato. Trata-se de um estudo descritivo, de análise quantitativa, cuja população foi composta por neonatos de risco nascidos em Cuiabá, em janeiro de 2011, selecionada a partir da Declaração de Nascido Vivo (DN), com realização de inquérito domiciliar após 6 (seis) meses do nascimento, utilizando-se instrumento fechado, com análise pelo Epiinfo. Revelou-se que das 113 crianças estudadas: 73,8% fazem acompanhamento do Crescimento e Desenvolvimento (CD) na Unidade Básica de Saúde – UBS; 38,9% necessitaram de atendimento (além do CD e vacina) nos seis primeiros meses de vida. As famílias classificam o atendimento na UBS como regular (33,6%) e bom (32,7%); assim como o agendamento de consultas, encaminhamentos e marcação de exames; o atendimento dos profissionais foi classificado como bom, assim como o atendimento especializado. Grande parte (50,4%) tem dificuldade no acesso à UBS, destacando-se a superlotação, horário restrito da UBS, longa permanência para concluir o atendimento e falta de médico. Entre os que necessitaram de atendimento de urgência/emergência (33,6%), metade referiu dificuldades como longa permanência, demora o atendimento e superlotação. Pode-se concluir que problemas estruturais e gerenciais das Unidades de Saúde despontam como dificuldades gritantes referentes ao atendimento dos neonatos de risco. Discussões acerca do acompanhamento dos recém-nascidos de risco nas Unidades Básicas de Saúde são necessárias a fim de subsidiar estratégias e políticas que possam reverter as dificuldades apontadas pela presente pesquisa.

Palavras-chave: Recém-Nascido. Recursos em Saúde. Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde.

Título: NITROGÊNIO E ENXOFRE NA PRODUÇÃO, NUTRIÇÃO E EFICIÊNCIA NO USO DA ÁGUA EM PLANTAS DE TRIGO EM SOLO DO CERRADO

Orientador: EDNA MARIA BONFIM DA SILVA

Autor(es):

1   ...   142   143   144   145   146   147   148   149   ...   201


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə