Universidade federal de mato grosso caderno de resumos



Yüklə 2.68 Mb.
səhifə160/201
tarix21.08.2017
ölçüsü2.68 Mb.
1   ...   156   157   158   159   160   161   162   163   ...   201

MICHELLI SAMPAIO TUNES


HELDER DOS SANTOS BORGES



MAICON MARINHO VIEIRA ARAUJO

Resumo: O Brasil se destaca no cenário global, ocupando o segundo lugar como maior produtor e processador mundial da soja em grão e o terceiro lugar na produção mundial de milho. Os grãos em geral constituem parte essencial da base alimentar dos seres humanos, seja pelo seu consumo direto ou indireto. O objetivo neste trabalho foi avaliar indicadores de qualidade em grãos de milho e soja obtidos de diferentes localidades de Mato Grosso. Avaliar a influência dos grãos quebrados de milho com a sanidade da amostra e verificar a qualidade nutricional de grãos de soja produzidos em Mato Grosso. Para isso, amostras de grãos de milho de 12 municípios de Mato Grosso foram previamente classificadas de acordo com a Portaria 845/76 e, em seguida, realizou-se teste de sanidade com as mesmas, em porções de grãos quebrados, para a identificação de fungos fitopatogênicos, através do Blotter Test. Para a análise nutricional foram utilizados diferentes cultivares produzidos nas regiões sul, norte, leste e oeste (7, 5, 4 e 9), respectivamente. Os teores de proteína e extrato etéreo foram obtidos via espectroscopia de infravermelho próximo, utilizando o analisador NIR (‘Near Infrared Spectra Alyzer’). Os dados obtidos foram analisados através do teste de agrupamento de médias Scott-Knott ao nível de 5% de significância. Realizou-se correlação entre os índices de infecção fúngica, percentual de grãos ardidos e fermentados e fatores climáticos (temperatura e precipitação). Em milho observou-se que os municípios mais afetados pela infecção fúngica foram Campo Novo, Querência e Sorriso, e também com maior ocorrência de grãos fermentados e ardidos. Foi observada correlação positiva, entre a temperatura e infecção por Aspergillus spp. e Fusarium spp. (r = 0,5982* e r = 0,4536*, respectivamente). Houve correlação positiva também entre grãos fermentados e ardidos (r= 0,7944*). Para soja as cultivares Pioneer 98Y51, TMG 115 e TMG 132, na região sul, não diferiram entre si estatisticamente e apresentaram os maiores teores de extrato etéreo (21,75%, 21,40% e 20,84%). Já para os teores de proteína as cultivares TMG 1176 e Valiosa apresentaram os maiores porcentagens (40,30% e 41,45%, respectivamente). Na região oeste, todas as cultivares não diferiram entre si para os teores de extrato etéreo, mas para proteína as cultivares Pintado, Pioneer 98Y11, Tabarana e Tucunaré apresentaram as maiores porcentagens (40,85%, 41,10%, 39,54%, 40,13%). A cultivar TMG 132, na região norte, apresentou o maior teor para proteína (41,28%) e extrato etéreo as cultivares não diferiram entre si. Já na região leste os cultivares Pioneer 98C81 e Valiosa apresentaram as maiores porcentagens para proteína, (40,42% e 37,25%) e para extrato etéreo as cultivares Monsoy 8866 e Valiosa apresentaram as maiores porcentagens (21,78% e 21,66%). Os locais com maior infecção fúngica em milho também tiveram maior percentual de grãos fermentados e ardidos. A cultivar Monsoy 8866 apresentou maior teor para extrato etéreo e para proteína a cultivar Valiosa apresentou maior porcentagem, sendo superior aos demais cultivares.

Palavras-chave: Zea Mays, Glycine Max, Qualidade Nutricional.

Título: PARÂMETROS DIGESTIVOS DE CAPINS BRACHIARIA E SEU HÍBRIDO CONVERT HD 364 EM DIFERENTES IDADES E SOB ADUBAÇÃO NITROGENADA

Orientador: ROSEMARY LAÍS GALATI

Autor(es):

LUCAS ROCHA REBELO


CARLOS EDUARDO AVELINO CABRAL



ROSEMARY LAIS GALATTI

Resumo: A utilização de pastagens para a produção de ruminantes é considerada a forma mais econômica e sustentável, em decorrência da utilização de maneira equilibrada dos recursos renováveis e de baixo impacto ambiental. Entretanto, em muitas situações, não é possível maximizar a produção animal, uma vez que há limitações da forragem disponível, em se tratando de gramíneas de clima tropical. O Capim Convert HD 364 é o primeiro híbrido de braquiária lançado, e vem se destacando visto que apresenta melhores resultados quanto o aspecto de qualidade e de resistência às intempéries e pragas. Os objetivos foram o de avaliar a digestibilidade in vitro da matéria orgânica (DIVMO), os nutrientes digestíveis totais (NDT) e a matéria orgânica digestível (MOD) dos capins Brizantha, Decumbens e Convert HD 364 submetido a diferentes doses de nitrogênio. As espécies forrageiras utilizadas foram Brachiaria brizantha cv. Marandu, Brachiaria decumbens cv. Basilisk e Brachiaria hibrida Convert HD 364 submetidas às doses correspondentes a 0; 100; 200; 300 e 400 kg de N/ha. As amostras dos capins foram obtidas em casa de vegetação (UFMT/Rondonópolis), e a temperatura média durante o período experimental foi de 35°C. As plantas foram cortadas a 10 cm do solo, pesadas, secas e moídas para a obtenção da digestibilidade e estimativa dos NDT a partir da técnica da produção de gás in vitro (UFMT/Cuiabá). A MOD foi estimada levando-se em consideração a quantidade de matéria seca produzida por área e, as DIVMO obtidas. Com 100 kg N/ha, a DIVMO do Convert HD 364 foi de 62,88% correspondendo ao aumento de 9,87% em relação ao capim não adubado. O Convert HD 364 também se destacou quanto à DIVMO porque foi o capim que apresentou a maior digestibilidade e potencial de resposta à adubação. A adubação com 100 kg N/ha elevou a DIVMO da Brizantha de 56,87 para 59,79% correspondendo a apenas 5,12% de aumento. A DIVMO da Decumbens na ausência da adubação nitrogenada foi a menor entre os capins (49,64%), e quando adubada com 100 kg N/ha houve aumento 9,69%, com seu valor passando para 54,45%, contudo, se mostrando o capim de menor potencial digestivo. Quantidades de N acima de 200 kg/ha não foram suficientes para melhorar a DIVMO. Quanto ao NDT, destacou-se o Convert HD 364 (61,82%) quando adubado com 100 kg N/ha, apresentando aumento de 8,38% em relação à ausência de adubação (57,04%), enquanto que o N não foi capaz para a melhora do NDT da Brizantha. Doses de N acima de 200 kg/ha não se mostraram eficazes quanto ao aumento nos valores de NDT. Com 100 kg N/ha, houve aumento de pelo menos 350% na quantidade de MOD do Convert HD 364 (de 1670,67 para 7532,05 kg/ha) e da Decumbens (1157,14 para 5315,59 kg/ha), enquanto que para a Brizantha, o aumento foi de apenas 168,56% (1599,16 para 4294,75 kg/ha). A adubação foi importante para os três capins, mas o Convert HD 364 foi a forrageira com maior potencial de resposta à adubação nitrogenada, não havendo necessidade de doses acima de 100 kg/ha.

Palavras-chave: brizantha, decumbens, digestibilidade, forrageira

Título: PARÂMETROS MICROBIOLÓGICOS PARA A COMPARAÇÃO ENTRE SISTEMAS DE INTEGRAÇÃO E MATA NATIVA EM MATO GROSSO.

Orientador: DANIELA TIAGO DA SILVA CAMPOS

Autor(es):

1   ...   156   157   158   159   160   161   162   163   ...   201


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə