Universidade federal de mato grosso caderno de resumos



Yüklə 2.68 Mb.
səhifə176/201
tarix21.08.2017
ölçüsü2.68 Mb.
1   ...   172   173   174   175   176   177   178   179   ...   201

MARIA APARECIDA BRAGA CANEPPELE


ANDERSON BAYS

YGRAINE JORGE FIGUEIREDO
Resumo: A soja, dentre os grãos produzidos no Brasil, é considerada um dos produtos de maior potencial econômico para a comercialização interna e externa. Avaliou-se a qualidade física (umidade e classificação) e nutricional (proteína, extrato etéreo e acidez) de cultivares de soja, produzidas em diferentes regiões de Mato Grosso da safra 2011/2012. Foram recebidas 149 amostras de soja de diferentes ciclos e cultivares de cinco municípios de cada região do Estado. Determinou a acidez em amostras de soja e gerou um banco de dados para estabelecer a curva de calibração de acidez do NIR Espectrofotômetro (Near Infraread SpectraAlyzer) com a metodologia do Instituto Adolfo Lutz. Verificou a qualidade nutricional (acidez, proteína e extrato etéreo) através do equipamento NIR Espectrofotômetro. Verificou o padrão comercial dos grãos (teor de água, matérias estranhas e impurezas, grãos quebrados, partidos e amassados, grãos avariados), conforme a Instrução Normativa 11 de 2007 do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O total de grãos avariados concentrou no intervalo de 3% a 13%, sendo os grãos picados, fermentados e mofados, os defeitos que mais contribuíram para compor o total de avariados, respectivamente. A soja do Estado apresentou valores de proteína predominantes entre 35% a 42%, para acidez de 0,28% a 0,52% e 19% a 23% para extrato etéreo; não foi observado diferença na composição nutricional dos grãos entre as regiões. A correlação entre grãos avariados e acidez apresentou índices de -0,09 para a região Norte, -0,10 para região Sul, -0,30 para região Leste e 0,24 para a região Oeste. Grãos picados foi o defeito de maior ocorrência na soja. A curva de calibração de acidez gerada no aparelho NIR Espectrofotômetro apresentou correlação de 70% e, diferenças entre o medido no laboratório e o NIR Espectrofotômetro abaixo de 0,3%. O equipamento NIR Espectrofotômetro expressa resultados compatíveis com os do laboratório. Não houve correlação entre grãos avariados e acidez, justificado pelo fato de que os grãos picados comporem o maior percentual dos defeitos dentro dos avariados, e grãos picados não interfere significativamente nos índices de acidez.

Palavras-chave: classificação, espectrofotômetro, qualidade intrínseca

Título: RELAÇÃO HIPSÔMÉTRICA, FATOR DE FORMA E VOLUME DE POVOAMENTO DE TECTONA GRANDIS L.F. NO MUNICIPIO DE NOSSA SENHORA DO LIVRAMENTO.

Orientador: RONALDO DRESCHER

Autor(es):

FERNANDA MEYER DOTTO MAMORÉ


ARIEL SOUZA ROSSI

Resumo: A crescente demanda mundial por produtos madeireiros e a necessidade da preservação ambiental tem proporcionado a abertura de novos mercados e a busca de novas fontes produtoras, ampliando assim o horizonte para o setor florestal. A teca se insere nesse contexto devido as suas características organolépticas, físicas e químicas que tornam seu uso favorável. Plantações comerciais brasileira tiveram início no ano de 1967 na região de Cáceres. As três variáveis dendrométricas de maior importância são: altura, diâmetro e fator de forma. A relação matemática entre a Altura e o Diâmetro (H/D) é chamado relação hipsômetrica. É de grande importância esta relação, pois a variável altura é a mais difícil e mais cara de determinar no campo. O fator de forma consiste na redução do volume do cilindro para o volume real da árvore. A definição do fator de forma é um importante aliado na aceleração do processo de inventários florestais pois é um método simples e de fácil aplicação para determinação do volume. Foram utilizadas dados provenientes de 50 árvores da região do município de Nossa Senhora do Livramento de um povoamento com oito anos de idade submetidos a dois desbastes, nas quais foram feitas cubagem rigorosa pelo método de Smalian. Foram testados 10 modelos de relação hipsômetrica e três modelos de afilamento. Para afilamento, o modelo de 5°Grau (Schoëpfer) foi o que melhor se adaptou, com Syx% = 9,35 ; R²ajus = 0,95. Porém o modelo de Hradetzky foi o que melhor representou o volume, com Syx% = 13,66. Para a relação H/D foi escolhido o modelo 9 (h=ß0+ß1*Ln(d)) com Syx% = 8,08 ; R²ajus = 0,72.

Palavras-chave: Fator de forma, altura, diâmetro, teca.

Título: RELAÇÕES DE IDENTIDADE, GÊNERO E PODER ATRAVÉS DO OLHAR DA MULHER QUE INTEGRA O PODER JUDICIÁRIO DE CUIABÁ E VÁRZEA GRANDE-MT

Orientador: SUZE SILVA OLIVEIRA

Autor(es):

FERNANDA DANIELLE NEVES DE JESUS


Resumo: O presente trabalho tem como objetivo levantar dados / registros documentais produzidos pela imprensa e no próprio Poder Judiciário de Mato Grosso, bem como a partir de entrevistas com magistradas e demais mulheres atuantes na Justiça do estado de Mato Grosso, nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande, a propósito de questões de gênero, poder e identidade. Conforme Bakhtin, os sujeitos constituem e são constituídos de discursos e estes, por sua vez, são construídos e atualizados socialmente. Dessa forma, buscou-se identificar traços ideológicos nos discursos dessas mulheres a respeito dessas categorias: gênero, poder e identidade. Metodologicamente a coleta de dados da pesquisa “Gênero/Feminismo e Poder: a Mulher no Judiciário de Cuiabá e Várzea Grande” foi orientada pela pesquisa de campo que se realizou por meio de entrevistas semi-estruturadas com quatro magistradas, no período de outubro/2011 a julho/2012. Igualmente foram analisados artigos produzidos pela imprensa local que comentavam sobre as ações desenvolvidas por essas magistradas. Por se tratar de projeto em andamento, iniciado em agosto de 2011 e cujo término está previsto para agosto/2013, as considerações que seguem são parciais. A partir das falas das entrevistadas pode-se verificar que a mulher, em seu discurso, ao falar sobre sua trajetória descreve-a como efeito de esforço desigual e mediante ações que vem comprovar sua capacidade tanto para a realização das atividades como para conquista desses espaços ainda ‘masculinos’. A abdicação da vida familiar, em detrimento das atividades decorrente do trabalho, mostrou-se recorrente. Hoje, decisões tomadas têm, também, peso para a sociedade, que acabam por mudar a trajetória de fenômenos sociais. Mesmo assim, a mulher do século XXI permanece sob dois modelos paradoxais. Se, por um lado, através da linguagem ela responde e espera corresponder a um padrão de comportamento estabelecido e atualizado histórica e socialmente por uma tradição machista e patriarcal. Por outro, após as ideologias disseminadas pelos movimentos feministas do século passado, que ecoam até o presente século, e diante dos apelos capitalistas impingidos pelas necessidades, elas perpassam os campos de trabalho até alcançarem níveis de poder que promovam a conquista desses ideais. Espera-se, ao final da pesquisa, conseguir entrevistar todas as mulheres atuantes no Poder Judiciário de Cuiabá e Várzea Grande, de forma a contribuir com um levantamento significativo tanto quantitativa quanto qualitativamente a propósito de sua atuação e, paralelamente, da construção da identidade e das relações de poder da mulher atuante nesse meio.

Palavras-chave: Gênero/Feminismo, Poder judiciário, Identidade

Título: RELATIVIDADE GERAL MODIFICADA PELO TERMO DE CHERN-SIMONS

Orientador: ALESANDRO FERREIRA DOS SANTOS

Autor(es):

1   ...   172   173   174   175   176   177   178   179   ...   201


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə