Universidade federal de mato grosso caderno de resumos



Yüklə 2.68 Mb.
səhifə30/201
tarix21.08.2017
ölçüsü2.68 Mb.
1   ...   26   27   28   29   30   31   32   33   ...   201

LARYSSA RODRIGUES DE OLIVEIRA


Resumo: A promoção do crescimento e desenvolvimento saudáveis são alguns dos objetivos da atenção à criança nas unidades de saúde da família (USF). Para responder as necessidades e demandas da população infantil o trabalho na unidade é assumido de forma coletiva pela equipe de saúde, que compartilha o mesmo ambiente físico e recursos materiais. Dentre as várias atividades desenvolvidas nas unidades esta a prática da pré e pós – consulta à criança, utilizada para adiantar e/ou facilitar a consulta médica e de enfermagem. Objetivou-se analisar as atividades e tecnologias desenvolvidas pela equipe de enfermagem na pré e pós-consulta à criança nas Unidades de Saúde da Família em Cuiabá-MT. Pesquisa descritiva exploratória, que utilizou a observação sistemática para captar as atividades executadas, mediante um roteiro elaborado previamente. Os dados foram coletados de fevereiro a abril de 2012. Foram observadas 11 pré-consultas e 16 pós-consultas. Na pré-consulta observou-se que as mães e crianças eram acolhidas e apesar da maioria das trabalhadoras da enfermagem chamar as crianças pelo nome, interagiam muito pouco com elas. Os diálogos entre as profissionais e as mães eram escassos, restringindo-se, na maioria das vezes, as solicitações para auxiliar na pesagem e aferição da estatura da criança. As atividades executadas se limitaram a aferição do peso e da estatura, em nenhuma das criança foi verificado o perímetro cefálico e os sinais vitais. As trabalhadoras demonstravam pressa na realização dos procedimentos e ao final informavam às mães os valores das medidas e registravam os dados nos prontuários. No atendimento às crianças não foi observado o uso de tecnologias leves, uma vez que foi comum a ausência de relações de interação com crianças e familiares. Na pós-consulta foram observadas ações como marcação de exames e retornos, entrega de medicamentos e informações sobre o seu uso; administração de vacinas e orientações sobre os efeitos colaterais e cuidados com a criança após administração das mesmas; os registros em sua maioria eram feitos na caderneta de saúde da criança. Os resultados nos fazem questionar se a forma como está organizado o trabalho nas unidades, dividindo as atividades nos espaços de pré e pós-consultas são realmente necessários e contribuem para facilitar e qualificar o processo de trabalho da equipe voltado para a atenção á criança.
* Os dados fazem parte do projeto de dissertação de Mestrado: “Consulta de enfermagem: tecnologia do cuidado para a atenção integral a saúde da criança”, da Faculdade de Enfermagem da UFMT, com aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa do Hospital Júlio Müller, protocolo nº 129/CEP-HUJM/2011.

Palavras-chave: Pré-consulta e Atenção à criança.

Título: AVALIAÇÃO A ATIVIDADE MICROBICIDA DE FAGÓCITOS DO LEITE DE MÃES HIPERGLICÊMICAS LEVE E DIABÉTICAS PARA ESCHERICHIA COLI ENTEROPATOGÊNICA, E SUAS INTERAÇÕES COM ANTICORPOS IGA E O HORMÔNIO MELATONINA.

Orientador: ADENILDA CRISTINA HONÓRIO FRANÇA

Autor(es):

NAYARA AIRES PEIXOTO DE LIMA


Resumo: Sabe-se que o aleitamento materno reduz a morbi-mortalidade infantil; diminui as infecções respiratórias e gastrointestinais; e constitui uma valiosa economia de recursos, sendo considerada uma das estratégias de saúde de maior custo/benefício. O colostro e o leite humanos possuem diferentes fatores imunoprotetores, diferindo da maioria das outras secreções, por apresentarem leucócitos viáveis. Em trabalhos anteriores foi demonstrado que a atividade microbicida de fagócitos do colostro para a bactéria comporta-se de forma distinta, sendo dependente de opsonização prévia do microrganismo e de interações. O presente projeto tem por objetivo geral avaliar a atividade microbicida de fagócitos do leite de mães hiperglicêmicas leve e diabéticas para Escherichia coli enteropatogênica, e suas interações com anticorpos IgA e o hormônio melatonina.Para a confecção deste trabalho, foram expostos os fagócitos de colostro humano à estímulos como IgA, soro humano normal(SHN), sobrenadante de colostro humano(SCH), da melatonina e da bactéria (Escherichia coli Enteropatogênica). Os fagócitos mononucleares (MN) e polimorfonucleares (PMN) são separados pelo gradiente de densidade de Ficoll Paque. As amostras foram separadas em grupos e expostas aos estímulos, mantendo-se em paralelo um grupo espontâneo contendo apenas células com bactérias. Foi verificada a fagocitose e a atividade microbicida utilizando o método de alaranjado de acridina-orange, onde foram montadas lâminas e contadas no microscópio de fluorescência. Com base nos dados obtidos observamos que as células mononucleares (MN) de mães normais apresentaram um aumento de suas atividades fagocíticas na presença da bactéria E.coli quando opsonizadas com soro humano normal (SHN), sobrenadante de colostro humano (SCH) e IgA em comparação com as células de mães diabéticas. Porém quando estas células foram opsonizadas com o hormônio melatonina não houve diferença entre os grupos analisados. A opsonização não refletiu na atividade microbicida dessas células. Estes resultados vêm a colaborar com uma conclusão favorável á hipótese de ativação celular.A capacidade da IgA do colostro estimular a atividade funcional de fagócitos MN do colostro de mães diabéticas é um mecanismo de proteção para crianças para as infecções intestinais, e podem representar uma importante fonte de proteção durante esta fase da vida, logo, vê-se a importância de continuar estudos para entender estes mecanismos pouco conhecidos.

Palavras-chave: imunoproteção

Título: AVALIAÇÃO ANTIDIABÉTICA E ANTIOXIDANTE DO EXTRATO BRUTO HIDROALCOÓLICO DE ZINGIBER SP., IN VITRO.

Orientador: NAIR HONDA KAWASHITA

Autor(es):

FHELIPE JOLNER SOUZA DE ALMEIDA


Resumo: Diversas espécies vegetais são conhecidas na medicina popular pelas propriedades hipoglicemiantes e pelo uso crescente no tratamento do diabetes. A explicação para a manutenção desta antiga prática, passa pela limitação do acesso a medicina moderna devido aos altos custos. O Zingiber sp., conhecido como gengibre do mato, é uma planta medicinal herbácea, encontrada na região da Amazônia Legal, utilizada popularmente no controle de diversas patologias dentre elas o diabetes. O objetivo do trabalho foi avaliar o potencial antidiabético e antioxidante do Extrato Bruto Hidroalcoólico (EBHOH) dos rizomas de Zingiber sp., in vitro. Os rizomas de Zingiber sp., foram coletados no Vale do Juruena-MT, sob coordenada (S 11º19.055’ W 058º 38.068), em Julho de 2011. Após ser limpo e seco à temperatura ambiente, o material botânico foi triturado, macerado em etanol 70%, filtrado e concentrado em evaporador rotativo à 40°C. Foram avaliados: a) Efeito inibitório do extrato sobre a atividade da enzima alfa-glicosidase, uma vez que esta é responsável pela digestão de polissacarídeos-(ligação alfa-1,4) possibilitando a absorção dos resíduos de glicose; b) Capacidade do extrato na captação de radicais livres, uma vez que o stress oxidativo está na origem e nas complicações decorrentes do diabetes. Para avaliação do efeito inibitório do extrato sobre a enzima a-glicosidase, soluções do extrato (7,5; 5,0; 2,5 e 1,25 mg/mL) e o substrato (p-nitrofenil-alfa-D-glicopiranosídeo), foram incubados em tampão fosfato de sódio 50mM-(pH 7.0), por 5min a 37°C. Em seguida, adicionou-se 50µL da enzima, à mistura de reação, novamente incubou-se, por 30min, a 37°C. A reação foi interrompida com 800µL de tampão carbonato 0,5M (pH10,0), o íon p-nitrofenolato liberado foi quantificado por espectrofotometria, a 405nm. Como controle positivo utilizou-se acarbose. Os resultados foram expressos como capacidade média de inibição (CI50), calculado por análise de regressão linear. Para avaliação da capacidade antioxidante do extrato foram incubados 500µL solução metanólica do extrato com 1,0mL da solução metanólica de 2,2-difenil-1-picrilhidrazina DPPH (0,004%), durante 30min a temperatura ambiente. As leituras das amostras foram realizadas em espectrofotômetro, a 517nm. Como controle positivo utilizou-se soluções metanólicas de ácido ascórbico nas mesmas concentrações do extrato. A concentração da amostra necessária para captar 50% dos radicais livres, foi medida pelo parâmetro capacidade media de descoloração do DPPH-(CD50), calculada por analise de regressão linear. O EBHOH de Zingiber sp., apresentou atividade antioxidante pouco significativa, quando comparado ao ácido ascórbico. A CD50 do extrato foi de 578,81µg/mL, enquanto a CD50 do ácido ascórbico foi de 7,6µg/mL. Quanto a avaliação da atividade inibidora da a-glicosidase, o EBHOH de Zingiber sp., apresentou efeito significativo (CI50= 5,11mg/mL), quando comparado a acarbose (CI50= 5,12mg/mL).

O EBHOH de Zingiber sp., possui constituintes com baixa ação antioxidante, mas com significativo efeito inibitório sobre a enzima a-glicosidase, sugerindo uma possível atividade na redução da glicemia pós-prandial. A continuidade dos estudos com essa espécie botânica permitirá avaliar as respostas em sistemas in vivo.

Palavras-chave: Zingiber sp., Gengibre do mato, plantas antidiabéticas, antioxidantes.

Título: AVALIAÇÃO ANTIMICROBIANA IN VITRO DO ÓLEO DE MAURITIA VINIFERA MART

Orientador: LUCÉLIA CAMPELO DE ALBUQUERQUE MORAES

Autor(es):

1   ...   26   27   28   29   30   31   32   33   ...   201


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə