Universidade federal de mato grosso caderno de resumos



Yüklə 2.68 Mb.
səhifə46/201
tarix21.08.2017
ölçüsü2.68 Mb.
1   ...   42   43   44   45   46   47   48   49   ...   201

KELLY MARCIA LAZAROTTO MILESKI


Resumo: A formulação comercial Roundup é usada no mundo todo devido ao seu amplo espectro de ação, o que possibilita o controle de plantas daninhas de folha larga e estreita. O roundup possui em sua composição o principio ativo glifosato e surfactantes, os quais potencializam a ação do principio ativo. Diversos estudos com este herbicida demonstraram a sua toxicidade frente a organismos aquáticos.

A contaminação do ambiente aquático, que ocorre por meio da lixiviação das águas, promove um desequilíbrio, o qual irá afetar as formas de vida ali presentes. Sendo assim, os peixes são utilizados como bioindicadores da contaminação ambiental, pois quando em contato com estes agressores podem ocorrer alterações bioquímicas em seu organismo, as quais levariam a alteração dos parâmetros metabólicos, como glicose, lactato, glicogênio, e proteína do plasma.

No presente estudo, os peixes foram expostos a diferentes concentrações de glifosato, 0 (grupo controle); 3 6, 10 e 20 mgL-1 (grupo exposto); por um período de 96 horas. O glicogênio hepático e muscular foi determinado através do método de Bidinotto et al., (1997). A metodologia de Dubois et al., (1956) foi utilizada para determinar a glicose muscular e hepática e também para quantificar o glicogênio das amostras. O lactato do músculo e do fígado foi quantificado pelo método de Harrower and Brown, (1972). Para a determinação de proteínas nos tecidos foi utilizado o método de Lowry et al., (1951).

Já para a determinação de glicose e proteínas do plasma foram utilizados kits comerciais colorimétricos, os quais se baseiam na reação da glicose oxidase (Randox, Reino Unido) e reação de biureto (Labtest, Brasil) respectivamente. Para a determinação do lactato plasmático foi utilizado o kit comercial enzimático (Labtest, Brasil), o qual se baseia na ação da lactato oxidase-peroxidase.

O surubim exposto ao glifosato apresentou um significante decréscimo nos níveis de glicogênio hepático e muscular quando comparado com o grupo controle. Em relação a dosagem de glicose, no plasma ocorreu uma redução dos níveis no peixe exposto em comparação com o controle, já os níveis da glicose no fígado aumentaram, no músculo dos peixes expostos não houve alteração em todas as concentrações testadas em relação ao controle.

Na dosagem do lactato verificou-se que no plasma e fígado dos peixes expostos ocorreu um aumento, já no músculo observou-se o oposto. Na quantificação das proteínas foi possível perceber que no plasma e no músculo ocorreu uma diminuição, enquanto que no fígado houve o aumento durante o período de exposição.

Os resultados obtidos demonstram que a exposição do surubim ao glifosato promovem alterações nos parâmetros bioquímicos do animal. Sendo assim, a exposição a concentrações de glifosato resulta em significantes alterações nos parâmetros bioquímicos e mudanças na saúde do peixe, essas mudanças podem ser potencialmente destrutivas para a sobrevivência de peixes em aquaculturas.

Palavras-chave: herbicida; meio ambiente; parâmetros metabólicos; o glifosato; surubim.

Título: AVALIAÇÃO DO MÉTODO DE PENMAN-MONTEITH-FAO EM AMBIENTE EXTERNO E DE EVAPORÍMETRO DE PICHÊ EM AMBIENTE PROTEGIDO EM RONDONÓPOLIS, MT

Orientador: MARCIO KOETZ

Autor(es):


JAKELINE ROSA DE OLIVEIRA

Resumo: A determinação da quantidade de água necessária para as culturas é um dos principais parâmetros para o correto planejamento, dimensionamento e manejo de qualquer sistema de irrigação. Neste trabalho objetivou-se avaliar a evaporação pelo evaporímetro de Pichê em ambiente protegido e a evapotranspiração de referência (ETo) pelo método de Penman-Monteith-FAO por meio de dados meteorológicos. Os dados relativos às condições climáticas externas foram obtidos em estação climatológica automática do INMET localizada a aproximadamente 50 m da casa de vegetação da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus de Rondonopolis. Os elementos agrometeorológicos avaliados diariamente na estação meteorológica automática foram à temperatura (0C), umidade relativa do ar (%), radiação solar (w.m-2), fotoperíodo (horas) e velocidade do vento (m.s-1). Dessa forma, pode-se obter a evapotranspiração de referência. Em ambiente protegido foi instalado o evaporímetro de Pichê em altura recomendada de 1,5 m, sendo feita a medida diária do poder evaporante do ar à sombra. Este equipamento consiste de um tubo de vidro calibrado e fechado numa das extremidades, com comprimento de 350 mm; um diâmetro externo de 15 mm; escala em 300 divisões que corresponde à décimo de milímetro de altura de água evaporada; o diâmetro do disco de papel tem aproximadamente 30 mm. Os valores médios diários de ETo variaram de 1,632 a 9,234 mm entre os meses de setembro a dezembro de 2011. Os valores de evaporação diários pelo evaporímetro de piche variaram de 0,8 a 7 mm/dia no período de setembro a dezembro de 2011.

Palavras-chave: irrigação, evaporação, evapotranspiração

Título: AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE PSEUDOMONAS SP. ISOLADAS DE ÁREA AGRÍCOLA EM BIODEGRADAR HERBICIDAS.

Orientador: EDUARDO BERALDO DE MORAIS

Autor(es):


CASSIANO RICARDO REINEHR CORRÊA


Resumo: Sistemas de produção agrícola exigem a utilização intensiva de insumos químicos, como os herbicidas que são utilizados no controle de plantas daninhas. A necessidade de reduzir o impacto ambiental tem despertado o interesse científico para a biodegradação de pesticidas e compostos relacionados. O ácido 2,4-diclorofenoxiacético (2,4-D) é um dos herbicidas de grande interesse comercial sendo o mais consumido no Brasil. O glifosato é um herbicida sistêmico, pós-emergente, não seletivo do grupo dos organofosforados, sendo amplamente usado em diversas culturas agrícolas e em áreas não cultivadas. Assim o presente estudo teve como objetivo testar a biodegradação dos herbicidas 2,4-D e glifosato por cepas de Pseudomonas sp. isoladas de uma represa de área agrícola no município de Campo Verde, MT, Brasil. No ensaio de degradação do 2,4-D utilizou-se dois meios minerais líquidos (MM1 e MM2) contendo este herbicida como única fonte de carbono e acompanhou-se durante 15 dias a alteração da coloração do meio de vinho, pois este continha o indicador ácido-base púrpura de bromocresol, para amarelo uma vez que durante a degradação do 2,4D há liberação de HCl. Já no teste para biodegradação do glifosato o crescimento bacteriano foi mensurado diariamente por meio da absorbância (?=600nm) no período de oito dias em meio mineral enriquecido com glicose e composto por (NH4)2SO4, MgSO4, CaCO3, FeSO4, H3BO3, MnSO4 e glifosato. No teste do 2,4-D quinze cepas, das vinte e seis isoladas, tiveram a capacidade de crescer no MM2, contendo pesticida como única fonte de carbono, já no MM1 apenas seis isolados cresceram. O maior número de micro-organismos que tiveram resposta positiva no MM2 pode estar relacionado à composição desse meio que possui mais elementos essenciais ao desenvolvimento dos micro-organismos que o MM1. Os resultados do teste com o glifosato apontou que cinco cepas apresentaram crescimento celular no meio de cultivo estudado com absorbância variando de 0,119 a 0,240. Deste modo, pode-se considerar que essas cinco cepas apresentam potencial biodegradativo ao glifosato, uma vez que o herbicida foi utilizado como única fonte de fósforo no meio de cultura. Conclui-se que as cepas que tiveram bom desenvolvimento na presença dos dois herbicidas possuem potencial para serem aplicadas em processos de biorremediação de ambientes contaminados.

Palavras-chave: Biorremediação, Bactérias, 2,4-D, Glifosato

Título: AVALIAÇÃO DO POTENCIAL IMUNOMODULADOR DA ORBIGNYA MARTIANA NA PRESENÇA DAS CITOCINAS IFN-GAMA E TGF-BETA EM FAGÓCITOS DE SANGUE HUMANO

Orientador: EDUARDO LUZIA FRANÇA

Autor(es):


1   ...   42   43   44   45   46   47   48   49   ...   201


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə