Universidade federal de mato grosso caderno de resumos



Yüklə 2.68 Mb.
səhifə58/201
tarix21.08.2017
ölçüsü2.68 Mb.
1   ...   54   55   56   57   58   59   60   61   ...   201

ADRIANA NEVES DA SILVA


Resumo: O sedimento é um microecossistema individual que pode ser representado por partículas composta de água, matéria inorgânica e orgânica, tendo função ou comportamento físico, químico e biológico, automono e interativo com o meio, podendo ser de origem antropogenica ou naturais. Neles podem se encontrar uma grande diversidade de bactérias, uma delas são capazes de fixar nitrogênio conhecidos como nitrificantes. O processo realizado pelas bactérias nitrificantes é conhecido como ciclo biológico do nitrogênio que ocorre através da fixação, amonificação, nitrificação e desnitrificação. Sabendo disto o objetivo do trabalho foi de analisar o impacto do trecho urbano sobre comunidades microbianas envolvidas no ciclo do nitrogênio. A metodologia do trabalho se baseou em testes fenotípicos e fisiológicos, o isolamento foi feito usando meios de cultivo específicos tais como: TSA, NFB, JMV e 79. Dessa forma, no total foi possível classificar nove famílias e uma filiação incerta sendo elas: Coryneform, Bacillaceae, Pseudomonadaceae, Nocardiaceae, Mycobacteriaceae, Enterobacteriaceae, Vibrionaceae, Bacteroidadeae, Neisseriaceae . Visto que as famílias de maior representatividade, Bacillaceae e Pseudomonadaceae, nestas, encontram-se grupos representantes pertencentes aos denitrificantes. O processo de denitrificação gera uma perda de Nitrogênio (N) para culturas e se muito alterado pode se tornar um contaminante do ambiente, visto que ao se ligar com o Oxigênio (O2) pode formar o Oxido Nitroso (N2O) que é um gás envolvido na destruição da camada de ozônio. Estes têm duas fases uma é que no processo de nitrificação ha o consumo da alcalinidade a denitrificação processo este que gera alcalinidade. Logo percebemos que o processo de denitrificação é um processo que apresenta dois lados um sendo positivo e outro negativo, sendo que o negativo age como um contaminante quando há uma elevada liberação de nitrogênio e o positivo quando diminui a concentração de nitrato no ecossistema, e isto poderá influenciar a qualidade do sedimento no perímetro urbano do rio Cuiabá.

Palavras-chave: Rio Cuiabá; Ciclo do Nitrogênio; Sedimento

Título: CARACTERIZAÇÃO DE FILMES FINOS E OUTRAS AMOSTRAS SÓLIDAS ATRAVÉS DE ESPECTROSCOPIA DE INFRAVERMELHO

Orientador: ROGÉRIO JUNQUEIRA PRADO

Autor(es):

ROGERIO JUNQUEIRA PRADO


NAYMARY KERLLEN RIBEIRO GONCALVES

Resumo: A espectroscopia no infravermelho é uma ferramenta versátil, amplamente utilizada tanto na indústria quanto na pesquisa científica, e aplicada à análise qualitativa e quantitativa de várias espécies moleculares, permitindo identificar e/ou quantificar compostos e a presença de ligações químicas a partir de bandas de vibrações características. O processo consiste em se incidir sobre a amostra um feixe de radiação infravermelha, que é parcialmente absorvido pela excitação de seus modos naturais de vibração, aumentando a amplitude dos movimentos vibracionais dos átomos da amostra. Quando a frequência da radiação incidente corresponde às chamadas “frequências naturais de vibração” do arranjo atômico do material analisado, ocorre a absorção de energia e a excitação de um dos modos vibracionais característicos do material. Neste trabalho, discutiremos os princípios da técnica de espectroscopia no infravermelho por transformada de Fourier (FTIR), bem como ilustraremos o mesmo com alguns resultados experimentais. As medidas foram realizadas utilizando-se o espectrômetro Varian modelo 660 instalado no Instituto de Física / UFMT, na região entre 400 e 4000 cm-1, em geometria de transmissão, com resolução de 2 cm-1 e acumulação de 64 varreduras. Amostras sintéticas e naturais na forma de pó foram examinadas através do método de pastilhamento (em disco de KBr prensado) enquanto que materiais na forma de filmes finos foram depositados sobre substratos semitransparentes ao infravermelho. Os grupos funcionais presentes em cada material foram identificados.

Palavras-chave: espectroscopia de infravermelho; caracterização de amostras

Título: CARACTERIZAÇÃO DE GENES DIFERENCIALMENTE EXPRESSOS EM CRYPTOCOCCUS GATTII EM MEIOS DE CULTIVOS COM PRIVAÇÃO DE FERRO

Orientador: VALÉRIA DUTRA

Autor(es):

ANA LÚCIA PINTO JOANONI


DAPHINE ARIADNE JESUS DE PAULA

Resumo: O Cryptococcus gattii é o agente etiológico da criptococose em humanos e animais. Acredita-se que a aquisição do ferro tenha um papel fundamental na virulência do fungo, sendo a limitação deste íon um importante mecanismo de defesa para o hospedeiro. O estudo tem por objetivo analisar genes de expressão diferencial em C. gattii, cepa R265, quando cultivado em privação de ferro, utilizando a técnica de análise de representação diferencial (RDA). Para a construção do banco de RDA, a levedura foi cultivada em meio YPD com baixa concentração de ferro (“tester”) e meio controle suplementado com ferro (“driver”) durante três horas e 12 horas. Procedeu-se a extração de RNA e síntese do cDNA e para a técnica de RDA realizou-se 3 “rounds” de subtração nas proporções driver:tester 10:1, 100:1 e 1000:1 respectivamente. As ESTs obtidas foram seqüenciadas e analisadas pelo BLAST (NCBI). Foram identificados 44 genes diferencialmente expressos nas bibliotecas estudadas. Observou-se uma expressão de genes relacionados a diversos processos biológicos, dentre estes, biossíntese do ergosterol (c-4methyl sterol oxidase), fatores de ativação transcricional com domínios conservados GATA-type, chaperonas (hsp 90), proteínas necessárias para manutenção da integridade estrutural de organelas e um número considerável de proteínas hipotéticas. Com o estudo transcricional, observamos uma alteração na expressão gênica do microrganismo. Estudos estão sendo realizados para avaliar o papel destes genes no metabolismo do ferro, para uma melhor elucidação da interação patógeno-hospedeiro.

Palavras-chave: Cryptococcus gattii, ferro

Título: CARACTERIZAÇÃO DO CATALIZADOR HIDROXILAMINA NA REAÇÃO DE DEGRADAÇÃO DE ORGANOFOSFORADOS

Orientador: MARCELO DE FREITAS LIMA

Autor(es):

1   ...   54   55   56   57   58   59   60   61   ...   201


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə