Universidade federal de mato grosso caderno de resumos



Yüklə 2.68 Mb.
səhifə59/201
tarix21.08.2017
ölçüsü2.68 Mb.
1   ...   55   56   57   58   59   60   61   62   ...   201

PRISCILLA AMANDA URBANO DA CRUZ


Resumo: São vários os fatores que contribuíram para os agroquímicos serem os insumos agrícolas de extrema importância. Ao final da segunda guerra mundial, compostos químicos passaram a ser empregados na agricultura contra insetos e outras pragas. Dentre estes insumos, os organofosforados merecem destaque, devido a suas propriedades, como meia-vida mais curta, e alto índice de letalidade, quando comparados a organoclorados, fatores que ampliaram sua aplicação em larga escala. Os métodos de eliminação destes compostos baseiam-se na incineração, principal responsável pela liberação de gases tóxicos e corrosivos no ar, e na degradação, em geral aplicada em solos e água, fator que torna necessária a avaliação de métodos mais eficientes, no que diz respeito às questões econômicas e químicas, pela maioria dos métodos utilizarem matérias primas de alto custo e que são tóxicas ao ambiente. O presente estudo tem por objetivo aplicar a hidroxolamina no processo de degradação do organofosforado paraoxon. A hidroxolamina é um sólido higroscópico, incolor, com baixo ponto de fusão (32°C), estando disponível geralmente como um de seus sais ou em solução aquosa, que atua buscando um sítio específico em outra molécula, neste caso o fosfato. Para avaliação da degradação foram preparados cinco soluções tampão na concentração de 0,02 M. Para cada solução tampão foram preparadas cinco soluções com diferentes concentrações de hidroxolamina. Com Paraoxon na concentração de 2,2xE-7. O período de degradação foi avaliado por meio da reação destas soluções dentro do Espectrofotômetro de UV-VÍS, em um período de 48h, para cada solução. Posteriormente, foi feita a análise em diferentes temperaturas de solução tampão de fosfato, com hidroxolamina na concentração 0,5 M, Paraoxon [2,2×E-7] no pH em que a degradação apresentou-se mais eficiente. Os dados obtidos comprovaram a eficiência da hidroxolamina na degradação do paraoxon, em que os resultados mais promissores encontram-se nos pH’s acima de 7.0.

Palavras-chave: Agroquímicos, paraoxon, degradação, hidroxilamina

Título: CARACTERIZAÇÃO DO COMPORTAMENTO DA CRIANÇA COM DOENÇA FALCIFORME A PARTIR DO CHILD BEHAVIOR CHECKLIST (CBCL)

Orientador: TATIANE LEBRE DIAS



Autor(es):

GLEYCA REIS ARRUDA


Resumo: A Doença Falciforme (DF) é uma doença crônica causada por mutações nos genes. Em pessoas que não apresentam hemonoglobinopatias, tem-se a hemoglobina A e, nas pessoas portadoras da DF apresenta-se a hemoglobina S. Nessa doença ocorre o afoiçamento das hemoglobinas o que dá nome à doença. Em função desse defeito na hemoglobina tem-se uma série de sintomas, a saber: má circulação, dores e oxigenação não satisfatória do sistema, isto porque os glóbulos vermelhos, por razão de sua forma, têm mais dificuldades de passar pelos vasos sanguíneos, causando comprometimento cardíaco, úlceras, crises de dor crônica, icterícia, priapismo, infecção, entre outros. Além de alterações orgânicas, a Doença Falciforme, promove alterações emocionais e sociais, requerendo da família e do portador da doença maior grau de cuidado e adaptação. Segunda a literatura, um dos aspectos mais importantes para que a criança se adapte bem à condição crônica é a resposta de seus cuidadores frente à doença. Nesse sentido, os cuidadores são as principais fontes de informações sobre possíveis problemas de comportamentos e competências das crianças, dado o tempo em que estes passam junto à criança, tendo assim condições de observá-las em diversas situações. Nesse sentido, este trabalho teve como objetivo investigar o comportamento da criança com doença falciforme com base no Child Behavior Checklist (CBCL). No estudo participaram 12 (doze) crianças com idade entre 9 e 11 anos, sendo sete do sexo masculino e cinco do sexo feminino com diagnóstico de doença falciforme segundo critérios de CID 10. As crianças realizam tratamento em uma unidade de saúde pública de Cuiabá / MT. Para avaliar o comportamento da criança o instrumento utilizado foi a Child Behavior Checklist (CBCL - 6 a 18 anos) respondida pelo cuidador. Em relação aos resultados encontrados, observou-se que do total da amostra, oito crianças (4 meninos e 4 meninas) apresentaram funcionamento global clínico. Já em competência social, não se observou a presença de perfil clínico ou limítrofe. Duas crianças do sexo feminino e duas do sexo masculino apresentaram perfil clínico quanto à competência em atividades. Já nas competências escolares três apresentaram perfil clínico, sendo uma do sexo feminino e três do sexo masculino. Em relação aos problemas internalizantes e externalizantes, seis crianças apresentam perfil clínico (4 meninas e 2 meninos). Especificamente, em problemas internalizantes seis apresentaram perfil clínico (4 meninas e 2 meninos). Já em problemas externalizantes três apresentaram perfil clínico, sendo todos do sexo feminino. Das doze crianças da amostra, cinco apresentaram perfil clínico no comportamento de stress pós-traumático, sendo três meninas e dois meninos. No total das crianças observou-se que metade delas apresentou perfil clínico para comportamentos externalizantes e internalizantes, com maior frequência nas meninas (N=4). Quanto ao funcionamento global, oito crianças apresentaram perfil clínico. Este último dado, segundo literatura da área sugere risco de desenvolvimento de problemas. Com base nos dados observa-se a necessidade de atenção terapêutica a essas crianças com doença falciforme, no sentido de buscar atendimento preventivo no que se refere ao desenvolvimento de possíveis problemas de comportamento.

Palavras-chave: Doença falciforme, comportamento e Child Behavior Checklist

Título: CARACTERIZAÇÃO DO GRANITO NHANDÚ – GARIMPO DO EDU - PROVÍNCIA AURÍFERA DE ALTA FLORESTA (MT), CRÁTON AMAZÔNICO

Orientador: MÁRCIA APARECIDA DE SANT'ANA BARROS

Autor(es):

SAMANTHA EVELYN MAX DEZULA


Resumo: Este trabalho faz parte do projeto “ESTUDO DAS MINERALIZAÇÕES DE AU E CU ASSOCIADO A ROCHAS GRANÍTICAS DA PROVÍNCIA AURÍFERA DE ALTA FLORESTA (MT), CRÁTON AMAZÔNICO” e foi realizado na área do garimpo do Edu próximo a cidade de Nova Santa Helena o qual encontra-se sobre o Granito Nhandú . O objetivo do trabalho foi á caracterização do Granito Nhandú do ponto de vista petrográfico. A metodologia usada envolveu a pesquisa bibliográfica, o levantamento em campo e descrição de seção delgada usando microcoscópio petrográfico do tipo Olympos. O Granito Nhandu está localizado no norte de mato grosso no limite das províncias Ventuari-Tapajós e Rio Negro-Juruena do Cráton Amazônico. Denomina-se por Granito Nhandú granitoides porfiroblásticos de composição granodioritica à tonalitica. Na região do garimpo, o granito em questão apresenta uma forte alteração potássica, associada com sulfetos (pirita e calcopirita), veios de quartzo e ouro. Foi observado em campo que a mineralização está relacionada com deformação tectônica. O ambiente tectônico do granito Nhandú é provavelmente relacionado com a instalação do arco Ventuari-Tapajós, no período de 1,96 Ga.

Palavras-chave: Petrografia, Cráton Amazônico, Granito Nhandú

Título: CARACTERIZAÇÃO ESTUDANTIL: PARTICIPANTES DE RODAS DE TERAPIA COMUNITÁRIA INTEGRATIVA – UNIVERSIDADE FEDERAL DE MATO GROSSO

Orientador: ALDENAN LIMA RIBEIRO CORRÊA DA COSTA

Autor(es):

1   ...   55   56   57   58   59   60   61   62   ...   201


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə