Universidade federal de mato grosso caderno de resumos



Yüklə 2.68 Mb.
səhifə64/201
tarix21.08.2017
ölçüsü2.68 Mb.
1   ...   60   61   62   63   64   65   66   67   ...   201

JAQUELINE ADRIANY DE FRANÇA




Resumo: Detectada por meio do Programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN) desde 2001 a Doença falciforme (DF) atinge cerca de 3.500 crianças tendo grande incidência na população afrodescendente, apresenta altos índices de mortalidade onde apenas 80% atingem idade maior de cinco anos devido a complicações da doença. Doença crônica decorrente de uma mutação da hemoglobina. Os sintomas mais frequentes em portadores da doença são as crises dolorosas e lesões de órgãos devido à oclusão dos vasos sanguíneos pelas hemácias deformadas, seguido por palidez, icterícia, cansaço, úlceras nas pernas, priaprismo e maior tendência a infecções das vias urinárias e intestinais. A DF está frequentemente associada a doenças cérebro-vascular, sendo a principal causa de acidente vascular cerebral (AVC) durante a infância. Complicações neurológicas da doença incidem sobre as habilidades cognitivas em especial as de atenção e funções executivas causando prejuízo no funcionamento intelectual, déficits motores, cognitivos e de linguagem deixando sequelas, e limitando as funções do individuo. Este estudo se propôs a avaliar os aspectos cognitivos gerais e funções executivas de crianças diagnosticadas com DF, entendendo funções executivas como uma série de habilidades cognitivas e princípios de organização necessários para lidar com as situações instáveis do relacionamento social e para uma conduta apropriada, responsável e efetiva. Participaram da pesquisa quatorze crianças de ambos os sexos (5 meninas e 9 meninos) com idade entre 8 a 12 anos diagnosticadas e em tratamento no hemocentro no município de Cuiabá/MT. Para avaliar os aspectos cognitivos gerais e as funções executivas dos participantes utilizaram-se os Testes: a) Matrizes Progressivas Coloridas de Raven - Escala Especial b) Wisconsin de Classificação de Cartas – WCST. Buscou-se posteriormente comparar os resultados dos instrumentos com o resultado do exame Doppler Transcraniano que permite avaliar o risco de AVC. Os resultados no Raven revelaram que do total de quinze crianças: a) nove obtiveram classificação “intelectualmente médio”, sendo seis qualificadas como “médio negativo”; b) três obtiveram classificação “intelectualmente abaixo da média”; c) uma obteve classificação “intelectualmente deficiente”, e d) uma com classificação “intelectualmente superior”. No Wisconsin foram avaliadas onze crianças que obtiveram a seguinte classificação: a) Faixa acima da média (n=1); b) faixa média (n=1); c) faixa leve a moderadamente comprometido (n=4); e d) faixa moderada a gravemente comprometido (n=5). Comparando os resultados das avaliações, embora tenham objetivos diferenciados, nota-se que as crianças com desempenho médio no Raven tiveram seu desempenho rebaixado no Wisconsin. Demonstrando por um lado dificuldades no que se refere à flexibilidade na resolução de problema, e de outro lado, desempenho médio quanto a capacidade intelectual geral. Das sete crianças submetidas ao exame Doppler, três obtiveram resultados que indicam circulação sanguínea anormal sendo que as mesmas obtiveram resultados que indicaram prejuízos executivos e cognitivos nos instrumentos. Os resultados tendem de modo geral a corroborar a literatura no que se refere ao prejuízo no desenvolvimento cognitivo de crianças com doença falciforme. Estudos como estes permitem dar suporte para ações e intervenções psicoeducativas que possam auxiliar no desenvolvimento das habilidades em crianças com Doença Falciforme.

Palavras-chave: Palavras-chave: Cognição, Doença Falciforme, Criança

Título: COLEÇÃO HERPETOLÓGICA DO ACERVO BIOLÓGICO DA AMAZÔNIA MERIDIONAL

Orientador: DOMINGOS DE JESUS RODRIGUES

Autor(es):

BRUNO DOS SANTOS CARVALHO


Resumo: Bruno dos Santos Carvalho¹; Domingos de Jesus Rodrigues²

¹Estudante do Curso de Engenharia Florestal do Instituto de Ciências Agrárias e Ambientais da Universidade Federal do Mato Grosso; E-mail: bruno.sp2011@gmail.com

²Professor do Instituto de Ciências Naturais Humanas e Sociais da Universidade Federal do Mato Grosso; E-mail: djmingo23@gmail.com

Resumo: As coleções biológicas são de grande importância para a sociedade, proporcionando o conhecimento cultural e cientifico da biodiversidade. O termo coleção biológica pode ser entendido como um centro depositário de material biológico. As coleções abrigam não só os espécimes coletados, mas também informações associadas a esses indivíduos como morfometria, estágio reprodutivo, conteúdo alimentar e dados genéticos além de informações sobre as características populacionais de cada espécie, como habitat e hábitos. A região, conhecida como Amazônia Meridional, é uma área de transição entre a Amazônia e o Cerrado oferecendo habitats específicos para o desenvolvimento de diversas espécies. Além disso, a escassez de estudos biológicos e a constante pressão antrópica que a região sofre são fatores que destacam a importância do conhecimento molecular, taxonômico e ecológico, que as coleções biológicas podem oferecer. O objetivo desse trabalho é divulgar os dados herpetológicos do Acervo Biológico da Amazônia Meridional – ABAM evidenciando a diversidade biológica da região. O trabalho foi realizado em diferentes regiões do estado de Mato Grosso, abrangendo os três biomas: Pantanal, Cerrado e Amazônia. Porém, mesmos sendo considerados santuários da biodiversidade, esses biomas sofrem diretamente com ações antrópicas, ou seja, o não uso sustentável dos recursos naturais realizados pelo o homem. Os exemplares da herpetofauna depositados na coleção do ABAM são resultado de coletas realizadas no período de abril de 2007 a julho de 2012. Abrangendo coletas diurnas e noturnas, utilização de armadilhas de interceptação e queda (pitfall) e coleta por terceiros, amostrados em diversos ambientes. Após a coleta dos exemplares foram realizados os devidos procedimentos para a preparação e formação da coleção herpetologica da UFMT, campus de Sinop. Atualmente já foram encontradas 159 espécies. A herpetofauna da coleção zoológica da UFMT, campus de Sinop está dividida em 27 famílias. As famílias de anfíbios mais abundantes foram Bufonidae, Hylidae e Leptodactylidae; e as de répteis foram Colubridae, Iguanidae e Gymnophthalmidae. A partir do ano de 2011 a coleção da herpetofauna do campus sofreu diversas mudanças e melhorias. O número de espécimes tombados aumentou, além de serem usados etiquetas, vidros e armários próprios para as coleções biológicas. Além disso, as coleções de anfíbios e répteis estão totalmente digitalizadas. Mudanças que só foram possíveis após a entrada de bolsistas e mestrandos envolvidos na organização das coleções, além de recursos voltados para a compra de etiquetas, vidraria e armários.

Palavras-chave: Coleções biológicas, herpetofauna, acervo biológico, biomas.

Título: COMPARAÇÃO DA EFICIÊNCIA DE TRÊS TIPOS DE ARMADILHAS NA CAPTURA DE PEQUENOS MAMÍFEROS NÃO VOADORES EM UMA REGIÃO DE CAMPO NATIVO MANEJADO NO PANTANAL DE POCONÉ- MT

Orientador: VIVIANE MARIA GUEDES LAYME

Autor(es):


1   ...   60   61   62   63   64   65   66   67   ...   201


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə