Universidade federal de mato grosso caderno de resumos



Yüklə 2.68 Mb.
səhifə68/201
tarix21.08.2017
ölçüsü2.68 Mb.
1   ...   64   65   66   67   68   69   70   71   ...   201

RICARDO EZAKI HATTORI


LARISSA CAVALHEIRO DA SILVA

MÁRCIA CLÉIA VILELA DOS SANTOS
Resumo: Este estudo buscou realizar um levantamento da biodiversidade da composição florística de um módulo instalado na Fazenda Continental, localizado no município de Cláudia, Estado de Mato Grosso, sob as coordenadas 11° 24' 38,8" S e 55° 19' 29,2" W. A região é ampla e possui um mosaico de vegetação contendo formações de floresta amazônica, manchas de cerrado e áreas de transição. O módulo em que foi realizado o estudo contém 12 parcelas de amostragem, com uma área de 5 km² em formato de retângulo, pertencente a uma área onde foi feito manejo há dezesseis anos. Para se fazer o levantamento, as primeiras atividades foram as de campo, iniciando-se com medições e marcações de 11.712 árvores presentes nas parcelas do módulo, além de coleta de material botânico, juntamente com a equipe de estrutura e composição da vegetação. Subsequentemente à triagem do material coletado foram realizadas atividades de herborização e a identificação desse material em família, gênero e/ou espécie, o qual foi auxiliado por taxonomistas, além da utilização de chaves de identificação, literatura especializada e comparação com material do Herbário Centro-Norte-Mato-Grossense (CNMT) da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Sinop. Após identificação, o material foi depositado no acervo e na coleção de apoio do Herbário CNMT, sendo então executada a tabulação dos dados para as análises do levantamento florístico. Até o presente momento foram identificados ao nível de família: 3035 plantas, ao nível de gênero: 516 e ao nível específico: 180, contendo uma riqueza de 34 famílias, 30 gêneros e 12 espécies. Das plantas identificadas, 84,48% apresentam DAP de 1 - 9,9 cm; 11,20% apresentam DAP de 10 - 19,9 cm e 4,32% apresentam DAP maior que 20 cm. Este projeto está inserido no Programa de Pesquisas em Biodiversidade – PPBio, que tem por objetivos a ampliação de informações na área da biodiversidade Amazônica. Este estudo é de suma importância para o aumento da base de dados na área da composição florística da região norte de Mato Grosso, visto que, em estudos de levantamento florístico na Amazônia mato-grossense, encontram-se grandes lacunas, proporcionando um déficit no âmbito do conhecimento da distribuição da maioria das espécies vegetais, dificultando assim conhecer as melhores técnicas de manejo florestal a se implantar na região.

Palavras-chave: Levantamento Florístico, Herbário CNMT, Pesquisa.

Título: COMPOSIÇÃO PROTÉICA DE CAPINS BRACHIARIA E SEU HIBRIDO CONVERT HD 364 EM DIFERENTES IDADES E ADUBAÇÃO NITROGENADA

Orientador: ROSEMARY LAÍS GALATTI

Autor(es):

MARCOS PHELIPE DA SILVA FACHIN


CARLOS EDUARDO AVELINO CABRAL

ROSEMARY LAIS GALATTI
Resumo: O capim-Convert HD 364 é o resultado de três gerações de hibridação e seleção entre Brachiaria ruziziensis e Brachiaria decumbens cv. Basilinsk. Entre as progênies, foram selecionadas características agronômicas desejáveis envolvendo alto teor de proteína bruta, produção de matéria seca, resistência a cigarrinha das pastagens, menor restrição de crescimento e qualidade nutricional durante o período seco. Os objetivos deste trabalho foram o de avaliar a composição protéica dos capins Brizantha, Marandu e Convert HD364 em cortes realizados aos 30, 60 e 90 dias de idade, de acordo com as doses de 0, 100, 200, 300 e 400 kg N/ha. As espécies forrageiras utilizadas foram Brachiaria brizantha cv. Marandu, Brachiaria decumbens cv. Basilisk e Brachiaria hibrida Convert HD 364. Foi utilizado solo coletado em cerrado nativo caracterizado como latossolo vermelho de textura média. Após os procedimentos de correção das características do solo, aos 30, 60 e 90 dias as plantas foram cortadas a 10 cm do solo. A parte aérea foi separada em folhas, colmos e planta inteira que foram pesadas e pré-secas para posteriores análises para determinação dos teores de matéria seca e proteína bruta (PB). A aplicação e reaplicação da adubação nitrogenada nas doses propostas foram realizadas na forma de uréia. Os três capins tiveram seus teores de PB nas folhas expressivamente aumentados, em todas as idades, com destaque para a dose de 100 kg N/ha. Aos 30 dias de idade, a PB das folhas da Brizantha aumentou 76,31% (17,22 para 30,36%), e a resposta do Convert HD 364 ao N elevou em 102,2% a PB. Entre 100 e 300 kg N/ha, a PB das folhas da Brizantha, aos 60 e 90 dias, foram semelhantes (19,66%). Com 400 kg N/ha, a adubação foi mais eficaz no aumento da PB das folhas da Brizantha somente no corte realizado aos 90 dias, demonstrando aumento de 47,18 e 45,87% em relação às doses de 100 e 300 kg N/ha. Os teores protéicos das folhas da Brizantha adubada com 100 ou 200 kg de N/ha foram semelhantes entre 60 e 90 dias (16,36%). Aos 90 dias, os aumentos na PB das folhas da Decumbens foram de 31,00 e 44,65% com 300 e 400 kg N/ha, respectivamente. Dos 60 aos 90 dias, independente das adubações com 100; 200 e 300 kg N/ha, os teores de PB nas folhas do Convert HD 364 permaneceram inalterados (15,21; 20,33 e 22,78%, na mesma ordem das adubações), com ganho protéico neste período somente com a utilização de 400 kg N/ha (22,47% PB). Doses de N acima de 100 kg para o Convert HD 364 se mostraram menos eficazes quanto ao aumento nos teores de PB nas folhas. Desconsiderando a contribuição protéica dos colmos, no Convert HD 364, a PB na planta inteira tendeu a apresentar os maiores valores. Concluiu-se que a adubação nitrogenada refletiu positivamente sobre os teores protéicos das folhas e planta dos três capins, e que doses acima de 100 kg N/ha não resultam em aumentos significativos, elevando-se os custos de implantação e manutenção das forrageiras.

Palavras-chave: Brizantha, Decumbens, folhas, forragem

Título: COMPOSIÇÃO QUÍMICO-BROMATOLÓGICA DE SILAGEM DE CANA-DE-AÇÚCAR INOCULADA COM ADITIVO MICROBIANO-ENZIMÁTICO1

Orientador: JOADIL GONÇALVES DE ABREU

Autor(es):

RONYATTA WEICH TEOBALDO


Resumo: A fonte de alimentação mais prática e de menor custo para bovinos são aquelas provenientes de pastos formados por gramíneas forrageiras. Entretanto, a escassez do pasto, no período seco do ano, prejudica o sistema de produção obtendo-se baixos índices zootécnicos. Nesse aspecto, para restringir o período de carência alimentar, o uso de silagem torna-se uma alternativa viável. A produção de silagem de cana-de-açúcar minimiza os custos de produção em razão da elevada produtividade por unidade de área e por ser uma cultura perene, substituindo assim as silagens mais tradicionais, como a de milho e sorgo. Atualmente, vem sendo utilizados aditivos biológicos, a fim de melhorar o padrão fermentativo na ensilagem e controlar as perdas de matéria seca (MS). Neste sentido, objetivou-se avaliar a composição bromatológica da silagem de cana-de-açúcar inoculada com aditivo microbiológico-enzimático em cultivares de ciclo precoce e tardio. O experimento foi realizado na Fazenda da UFMT (Santo Antônio de Leverger-MT). O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado com doze tratamentos e três repetições. Os tratamentos foram dispostos em esquema fatorial 2x2x3, sendo: dois níveis de aditivo microbiano-enzimático (com e sem); dois cultivares de cana-de-açúcar de ciclos diferentes (precoce e tardio); três tempos de abertura dos silos experimentais (7; 14 e 21 dias). Após a inoculação, a forragem foi armazenada e compactada em silos de vidro com a capacidade de 1,3 L. Os silos foram pesados antes do enchimento e no momento da abertura para possibilitar a estimativa da perda total de MS e perdas por efluente. Por ocasião da abertura dos silos, coletou-se uma amostra de silagem para a determinação da composição bromatológica. O teor de MS da forragem foi maior para a cana-de-açúcar de ciclo precoce (29,77%). Os teores de MS da silagem foram maiores quando houve adição de inoculante (26,35%). O uso de inoculante e o cultivar precoce apresentaram maior teor de proteína bruta (PB) na silagem, com valores de 2,04 e 1,98%, respectivamente.

Palavras-chave: cultivar, matéria seca, proteína bruta

Título: COMPOSIÇÃO QUÍMICO-BROMATOLÓGICA DE SILAGEM DE PANICUM MAXIMUM JACQUES CV. TANZÂNIA INOCULADA COM ADITIVO MICROBIANO-ENZIMÁTICO

Orientador: JOADIL GONÇALVES DE ABREU

Autor(es):


1   ...   64   65   66   67   68   69   70   71   ...   201


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə