Universidade federal de mato grosso caderno de resumos



Yüklə 2.68 Mb.
səhifə84/201
tarix21.08.2017
ölçüsü2.68 Mb.
1   ...   80   81   82   83   84   85   86   87   ...   201

KAMILA MOURA DE ANDRADE


Resumo: A crescente preocupação mundial com o meio ambiente, juntamente com a viabilidade econômica da produção, coloca o biodiesel no centro das atenções e interesses. Neste sentido, a torta de algodão proveniente da produção de biodiesel torna-se um ingrediente interessante e disponível no estado de Mato Grosso com potencial de uso na alimentação de ruminantes, pois apresenta elevados teores de componentes nutricionais. O experimento foi realizado na fazenda experimental da UFMT, com o objetivo de avaliar o desempenho (ganho de peso total e médio diário) e rendimento de carcaça de ovinos submetidos à dietas contendo crescentes níveis de torta de algodão (0, 7, 14, 21 e 28% na matéria seca da dieta). Foram utilizados 40 cordeiros, com peso corporal médio de 14,63±2,25 kg,distribuídos em 20 baias (dois cordeiros por baia), dotadas de cochos e bebedouro. Os animais foram distribuídos considerando um delineamento em blocos casualizados. As dietas foram compostas de 40% de volumoso (silagem de milho) e 60% de concentrado (14% de proteína bruta). O experimento teve duração de 89 dias, sendo os 15 dias iniciais destinados à adaptação dos animais e os 74 dias restantes destinados ao monitoramento do desempenho. Para avaliação de ganho de peso, os animais foram pesados no início e final do experimento. O rendimento de carcaça (relação entre o peso da carcaça e o peso corporal vivo) previamente ao abate foi calculado o percentual entre o peso de carcaça quente e o peso corporal final em jejum. Não houve efeito dos níveis de torta de algodão para as variáveis de desempenho, onde se obteve as seguintes médias de 0,210 kg/dia e 39,52%, para o ganho médio diário e o rendimento de carcaça, respectivamente. A torta de algodão pode ser inclusa na dieta de ovinos confinados até o nível de 28% na matéria seca da dieta.

Palavras-chave: coprodutos, ganho de peso, nutrição de ovinos

Título: DESEMPENHO PRODUTIVO DE BOVINOS SUPLEMENTADOS A PASTO COM GLICERINA.

Orientador: JOANIS TILEMAHOS ZERVOUDAKIS

Autor(es):

EVERTON RIVA DONIDA


Resumo: Este experimento teve como objetivo avaliar os efeitos de diferentes níveis de glicerina em substituição ao milho sobre o desempenho produtivo (ganho de peso médio diário e análise econômica) de novilhos em recria, suplementados durante o período de transição seca-águas e período das águas.

O experimento foi conduzido nas dependências da Fazenda Experimental da Universidade Federal do Mato Grosso, localizado no município de Santo Antônio do Leverger -MT, durante o períodos de transição seca-águas e período das águas, entre os meses de Agosto de 2011 a Julho de 2012.

Durante o período de transição seca-águas foram avaliados suplementos constituídos de milho grão triturado, farelo de soja, casquinha de soja, uréia:sulfato de amônio, mistura mineral e quatro níveis de substituição do milho grão triturado por glicerina bruta, sendo: 0%;20%;40% e 60%. Durante o período das águas foram avaliados suplementos constituídos de farelo de soja, casquinha de soja, uréia:sulfato de amônio, torta de girassol, glicerina bruta e mistura mineral Paralelamente será avaliado também o tratamento controle, no qual os animais receberam somente mistura mineral, objetivando desta forma avaliar o desempenho dos animais não submetidos a suplementação. Os suplementos foram fornecidos em diferentes níveis em função do período do ano. Durante o período de transição seca-águas, os suplementos foram fornecidos em quantidades equivalentes a 0,5% do peso corporal. No período das águas os suplementos foram fornecidos em quantidades equivalentes a 0,25% do peso corporal.

Para o estudo do desempenho produtivo dos animais recebendo suplementação foram utilizados em cada experimento, 25 novilhos Nelore, não castrados, com peso médio inicial de 180-200 kg. A área experimental destinada aos bovinos foi constituída de 5 piquetes cobertos uniformemente com a gramínea Brachiaria brizantha cv. Marandu, providos de bebedouro e comedouro coberto.

O experimento foi estruturado em delineamento inteiramente casualizado, com cinco tratamentos e cinco repetições experimentais/tratamento.

Amostras da gramínea forrageira foram coletadas no início de cada período experimental para monitoramento da disponibilidade de matéria seca/ha e para posterior determinação bromatológica das amostras de pasto no Laboratório de Nutrição Animal da FAMEV/UFMT.

Os animais tiveram seu desempenho monitorado a cada 28 dias, com pesagens intermediárias e no início e final de cada experimento os animais foram pesados em jejum de sólidos de 12-14 horas para determinação do ganho de peso total durante o experimento e para determinação do ganho médio diário.

Não se verificou diferenças significativas no ganho de peso médio diário dos animais suplementados com glicerina, o que demonstra o potencial de utilização desse co produto do biodisel na suplementação de bovinos em pastejo.

Palavras-chave: suplementação, seca, águas, co produto

Título: DESEMPENHO PRODUTIVO DE CODORNAS JAPONESAS NA FASE DE CRESCIMENTO (1 À 49 DIAS DE IDADE)

Orientador: ANDRÉA LUCIANA DOS SANTOS

Autor(es):

ANDREA LUCIANA DOS SANTOS


FERNANDA LIMA SILVA

DAIANE HENRIQUE DA SILVA PINTO
Resumo: A realização deste estudo teve como objetivo avaliar o desempenho produtivo de codornas Japonesas (Coturnix coturnix japonica) na fase de crescimento (1 a 49 dias de idade) pertencentes ao Programa de Melhoramento Genético de Codornas da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus Universitário de Rondonópolis. Foi feita a avaliação de 120 machos e 120 fêmeas. As aves foram alojadas em gaiolas metálicas, providas de bebedouros automáticos tipo niple e comedouros linear tipo calha. Ração e água foram fornecidas ad libitum. As aves foram distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado, com 10 repetições de 12 aves de cada sexo. Foi avaliado o efeito do sexo sobre o peso corporal (PC), ganho de peso (GP), consumo de ração (CR) e conversão alimentar (CA). Na primeira semana de idade (1 a 7 dias) o efeito do sexo não foi significativo sobre as características avaliadas. Na segunda semana (7 a 14 dias) observou-se que o efeito do sexo, foi significativo sobre as características de GP e CA, onde as fêmeas apresentaram maior ganho de peso e melhor CA. Na terceira semana (14 a 21 dias) o CR foi influenciado pelo efeito do sexo, onde os machos apresentaram maior consumo em relação às fêmeas. No período parcial de 1 a 21 dias de idade houve efeito significativo do sexo sobre as características de CR e CA, destacando-se as fêmeas com melhor desempenho produtivo. Em geral, as fêmeas apresentaram melhor desempenho produtivo do que machos também entre 21 e 49 dias de idade (P<0,05). Para a presente linha de codornas Japonesas o dimorfismo sexual torna-se significativo para o desempenho produtivo entre a terceira e quarta semana de idade das aves. Assim, a adoção de estratégias de manejo e alimentação deve ser adequada a esse cenário.

Palavras-chave: consumo de ração, conversão alimentar, dimorfismo sexual

Título: DESENVOLVENDO A COMPETÊNCIA PARA PESQUISA NA GRADUAÇÃO EM ENFERMAGEM – O PAPEL DOS GRUPOS DE PESQUISA

Orientador: MARA REGINA ROSA RIBEIRO



Autor(es):
1   ...   80   81   82   83   84   85   86   87   ...   201


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azkurs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə